terça-feira, 31 de maio de 2016

Resenha: Conserte-me - Wricked # 2 - J. L. Mac

Resenha: Conserte-me - Wricked # 2 - J. L. Mac
Classificação: 5/5 
Editora: Charme

Sinopse: Conserte-me - Wricked # 2 - J. L. Mac
Viver sozinha no mundo é tudo o que Josephine Geroux já conheceu. Sua vida mudou drasticamente depois de uma tragédia quando ainda era criança. Ela enfrentou a juventude com admirável esforço e aprendeu da maneira mais difícil como se adaptar e sobreviver. Apesar de tudo, ela conseguiu chegar à idade adulta sã e salva. Após tal caos, manter uma vida livre de complicações é sua maior prioridade. Tudo mudou quando um homem com olhos cor de âmbar invadiu seu mundo e reivindicou seu coração. Ela se entregou em mais de um sentido. A atração entre Jo e Damon parecia ser o destino fechando um círculo. Com outra perda devastadora, Jo luta para se manter de pé. Ela se vê dividida entre um futuro promissor e agarrada a um passado devastador. Mas esse não é o problema mais preocupante em suas mãos. Ela deve se convencer a deixar o passado para trás, onde ele pertence. Mas, em sua jornada para encontrar a coragem e o encerramento, ela faz exatamente o oposto. Uma velha ferida causada por um ato hediondo fica exposta. A verdade é catastrófica e Jo fica impotente observando as ruínas de seu mundo frágil suportarem mais turbulências. Pode algo concebido da tragédia e da maldade terminar bem? Pode algo tão completamente envenenado conquistar a adversidade? Jo tem que tomar uma decisão: aceitar as circunstâncias na qual se encontra ou lutar com uma ferocidade inabalável para consertar o que foi destruído.

Conserte-me  foi o tipo de livro que me tirou do planeta terra, foi só começar a ler que logo nas primeiras páginas me vi submersa na história, me veio a mente aquele pensamento feliz: Esse é um livro DAQUELES! Um daqueles que te faz ficar grudadinha, que te faz não querer comer, dormir, sair, tudo que você quer fazer é continuar lendo e lendo, até você descobrir tudo que o enredo tem para te contar, tudo que esses personagens tem para te contar, te surpreender, te emocionar e te inspirar! 

Lembraram de algo??? Foi exatamente assim que comecei a resenha de Destrua-me o primeiro livro da saga que conta a história de amor e superação de Jo e Damon! Perdão Jo, voce foi maravilhosa, mas esse segundo livro foi do nosso Damon, e que dor, que sofrimento, que sequencia! Obrigada Senhor!!!!!! Obrigada autora linda!!!!!

''Josephine Geroux é a nossa Jo! Apenas Jo, porque como ela mesmo diz, é uma ninguém, uma garota de 25 anos que tira seu sustento trabalhando em uma livraria falida, que tem um passado terrível, perdeu seus pais em um trágico acidente de carro aos nove anos, de uma menina mega amada e protegida a uma vida cheia de horrores e privações. Jo após o acidente foi encaminhada para lares adotivos, e para fugir dos abusos e da piedade, a ''atenção'' em excesso, ela acaba nas ruas, sendo uma sem-teto que tinha como seu grande refugio de vida a biblioteca publica e seus livros, autores e histórias.

Foi por esse amor e esse conhecimento que resolveu puxar as rédeas de sua vida, e seu caminho cruzou com o senhor Capitão Sutton, o ''velhote'' proprietário da livraria que Jo trabalha, o homem que deu uma oportunidade para a menina sem-teto. Que lhe deu uma muda de roupa, um emprego e uma direção, essa que Jo agarrou com todas as suas forças. Hoje ela tem um lugar seu, uma cama, roupas e comidas compradas com seu trabalho e dedicação. Capitão seu chefe é sua companhia constante, quase um pai, mesmo que Jo não admita isso!''

Nesse segundo livro Jo lida também com as consequências do que houve com nosso Velhote no fim do primeiro volume! 

''Foi em um dia de trabalho, logo após colocar um ladrão para ''correr'', que Jo conhece o misterioso e atraente Damon Cole, atração imediata, alucinada e sem sentido e uma estranha sensação de familiaridade! Da onde ela conhece esse homem? Não foi de seus sonhos com toda certeza, apesar que é verdade que seriam ótimos sonhos!!!

Damon e Jo protagonizam uma história de amor linda, envolvente e de tirar o fôlego!''  

Conserte-me é bonito, romântico, quente, é um pouco clichê, um daqueles livro que consegui saber mais ou menos o rumo que a história iria trilhar, mas também é surpreendente, é envolvente, ao ponto de te desesperar e te dar aquele aperto no coração. Fala de dor, perda e superação. Uma mocinha que perdeu a ilusão na vida, que vive para sobreviver, que não se importa com bobagens, é direta, boca suja, não tem papas na linguá, fala o que pensa e senti, se envolve, se entrega e é verdadeira! Sincera! Com ela e com os outros! 

''Damon é um homem maravilhoso, claro que ele tem seus fantasma, todos temos, uma família quebrada, um pai alcoólatra, uma mãe que o entregou quando criança, tem que lidar com o sentimento de rejeição, e até culpa todos os dias. E apesar dessa parte escura de sua alma, ele é incrível, o homem que mamãe pediu como genro, um homem forte, dominante, mas não no sentido Grey da vida, ele apenas é uma figura autoritária, acostumado a estar no comando. Rico, bonito, gostoso, quente e solitário!
Quando Damon se envolveu com Jo, ele simplesmente se entregou e foi uma entrega linda de se acompanhar!''

Conserte-me  teve todos os elementos que considero viciantes em uma boa leitura, ele com certeza foi para a minha listinha de queridinhos, aqueles que vou ler, reler, acompanhar os livros da autora e ficar ansiosa esperando as continuações - E QUE VENHA LOGO O TERCEIRO VOLUME! Um banquete de emoções e sentimentos, e uma linda história de amor, perdão e superação! Quente como o inferno, envolvente como a paixão e doce como o amor! Recomendadíssimo!

Sobre a sequencia desse segundo volume realmente me surpreendeu, não pensei que iria conseguir me envolver ainda mais que o primeiro livro, principalmente que já fazia um tempo que tinha lido o Destrua-me, Jo mostrou uma força e perseverança que a maioria das mulheres por mais apaixonadas que possam estar não demonstrariam. Foi uma caminhada árdua para o casal e a grande espera do final feliz que pode ser derrubado a qualquer momento.
Damon roubou a cena pelo apelo psicológico do personagem, pela força também que demostrou e pelo que foi desvendado do seu passado traumático. Destaque para a vó, para a irmã que enfim tomou jeito e pelo humor empregado no meio de tanto drama!

Conserte-me é uma leitura gostosa, muito envolvente que mexe com os sentimentos do leitor e vicia, é impossível não esperar o terceiro volume, é impossível não entrar na história e curtir, se apaixonar por esses personagens! Recomendadíssimo!!!

Paula Juliana

Resenha: Pelos caminhos da vida -Trilogia # 1 - Cristina Censon...

Resenha: Pelos caminhos da vida -Trilogia # 1 - Cristina Censon...
Classificação: 4/5
Editora: Petit Editora

Sinopse: Pelos caminhos da vida -Trilogia # 1 - Cristina Censon...
Na França, em pleno século XIV, vive Adele, uma jovem de apenas 13 anos. Apesar de tão pouca idade, ela se vê obrigada a enfrentar uma intensa jornada pessoal quando seu pai descobre que é sensitiva, capaz de ver e conversar com espíritos. Ao lado de sua aia Justine, Adele foge da ira paterna e vai ao encontro de Elise, única pessoa que poderia ajudá-la a lidar com seus dons. E é a figura emblemática de Elise que unirá Adele a Aimée, jovem de igual sensibilidade e dons. O pai de Adele, no entanto, não desiste da perseguição à filha, e sua vingança acaba resultando numa tragédia de grandes proporções. 

''Tudo em essência é simplesmente uma escolha.''

A Obra Pelos caminhos da vida - Trilogia # 1 - da escritora Cristina Censon é uma literatura espirita contada pelo espirito Daniel. Fala de dons especiais em uma época onde era muito complicado e perigoso ser espirita, ser sensitivo.

Pessoas que sempre foram diferentes e que sempre sofreram muito na vida, espíritos de luz que guiam pessoas com vidas difíceis. Foi fácil me sensibilizar  com Adrien e Adele, com suas perdas e todos os preconceitos que passaram. 

França, no século 14. Adele é uma garota com poderes sobrenaturais, sensitiva em uma sociedade perigosa e cética, se vê presa a um destino intenso, quando seu pai descobre seus poderes e começa a persegui-la.      

Adele foge do pai que a quer internada e juntos com Justine, se encontra com Elise, a pessoa pessoa que pode a ajudar com sua sensitividade. Entre a fuga de sua vida, de seu pai, ter o conhecimento de quem é Elise e  porque somente ela pode a ajudar. Adele conhece Aimée moça com os mesmos dons que a garota. 
A história começa quando Adele conta sua trajetória para Adrien um homem que perdeu tudo, toda sua família um a um. 

Gostei muito de Adele, a achei forte e corajosa, muito decidida.
A história é bonita e trágica, uma literatura fluída e cheia de ensinamentos como a maioria das obras espiritas.

Indico a obra Pelos caminhos da vida -Trilogia # 1 - de Cristina Censon e Daniel para quem gosta do gênero e para quem já é um apreciador da literatura espirita e também para os fãs de romances históricos. Com um bela história e um belo cenário conhecemos o amor verdadeiro e puro. 

Paula Juliana

quarta-feira, 25 de maio de 2016

[Renovação de Parceria] Overdose Literária renova com GENTE e ÚNICA Editora!!!!

[Renovação de Parceria] Overdose Literária renova com GENTE e ÚNICA Editora!!!!


GENTE - QUEM SOMOS:

Gente fazendo livros. Livros fazendo Gente.

Fundada em 17 de maio de 1984, a Editora Gente tem orgulho de ocupar um espaço destacado no mercado editorial brasileiro, com grande reconhecimento no segmento e também entre nossos consumidores como uma empresa profissional, inovadora, dinâmica, e, sobretudo, humana.


Nosso maior objetivo é contribuir com o desenvolvimento humano. Por isso, optamos por nos dedicar a três linhas editoriais: autoajuda, educação e gestão. A primeira, mais abrangente, abriga temas como espiritualidade, bem-estar, relacionamento, sexualidade, saúde, comportamento e finanças pessoais. A segunda aborda temas que atendem os interesses de pais, professores e pedagogos. Já a linha de gestão trata de questões de carreira, negócios, administração, gestão de recursos humanos e treinamento.


O ser humano é a nossa fonte de inspiração. A parceria com nossos autores nos faz ir sempre em busca de nosso objetivo, compartilhar conhecimentos e estimular o desenvolvimento de pessoas. Para isso, contamos também com uma equipe que tem a função de transformar conhecimento em produtos atraentes e de qualidade que agreguem valor aos nossos clientes.


Sempre atenta à evolução do mercado editorial e às tendências sociais e de comportamento no Brasil e no exterior, a Editora Gente está presente nos principais eventos do calendário literário nacional, e frequentemente busca novidades em feiras internacionais. Sabemos que não há limites para o conhecimento e nossos livros vêm ultrapassando fronteiras. Muitos deles já foram publicados em diversos países.


É por tudo isso que cada vez que uma pessoa lê um dos nossos livros e consegue mudar algo em sua vida, estamos cumprindo nossa missão: ajudar o Brasil a se tornar um país de campeões.


Nossos Valores:
Todas nossas ações estão baseadas em sólidos valores, divididos por nossos colaboradores e parceiros de negócios. É através dessas crenças que guiamos nosso dia-a-dia em busca de um futuro melhor.

Integridade
Ser coerente com seus pensamentos, discursos e atitudes, agindo com verdade e honestidade.

Espírito de Equipe
Valorizar e ajudar o próximo com humildade e responsabilidade, a fim de unir a equipe em busca de objetivos comuns.

Acreditar plenamente na concretização de nossos ideais com determinação e excelência.

Organização
Agir de forma estruturada e responsável, estabelecer diretrizes e implementando-as de maneira planejada.

Conhecimento
É a busca e a troca contínua de aprendizado, de maneira ampla e ilimitada, a fim de aprimorar-se e atingir a excelência.


ÚNICA - QUEM SOMOS:


Única é um selo de ficção que traz ao leitor brasileiro histórias originais, fortes e de personalidade. 
Cujos personagens são cativantes e aventureiros, mas com os pés no chão. A realidade contada pelos olhos da imaginação.

Uma editora focada nas boas histórias, que se permite acreditar que os defeitos são soluções, que sonhar é o caminho da felicidade. Que a lágrima é uma maturação das juras de amor.


Experimente-se Única. E se deixe guiar pelo mundo que só a literatura pode levar você.

Única. Imagine-se dona de um final feliz.

COMO VIVER MUITAS VIDAS EM UMA SÓ!


Onde está a essência do ser humano? Nas suas qualidades? Nos seus defeitos? No fato de apenas existir? Muitas são as respostas para essas perguntas, e todas levam a uma reflexão: somos todos imperfeitos, falhamos tanto quanto acertamos, somos bons e maus ao mesmo tempo, sofremos e rimos, ajudamos ou atrapalhamos. Crescemos de uma forma ou de outra. Somos reais, emotivos, nem sempre aprendemos com nossos erros. Mas somos autênticos.


A diferença é a intensidade que damos a cada um de nossos passos.

E se vivemos uma única e breve vida e se não temos tempo ou condições de sermos tudo o que queremos ser, a ficção mostra que é possível experimentar e viver outras vidas em uma só.


O selo Única entra no mercado editorial brasileiro com a missão de provocar experiências. De apresentar histórias para serem vividas pelo leitor, realidades outras, intensas, inteligentes, provocantes. Personagens – reais ou não – que oferecem mais do que suas próprias vidas, que oferecem suas essências.


Viver todas essas experiências. Interagir, adaptar essas histórias para nossa vida. Decidir o tamanho de cada uma dessas experiências em nosso coração. Nos torna únicos.
Uma única filosofia composta de muitas opções e de muitas contravenções. O possível e o impossível são um só.

A única exigência é não ter limites.

Paula Juliana

terça-feira, 24 de maio de 2016

[Renovação de Parceria] Au-au, rrrrr, au-au-au... Renovamos com a VALENTINA meu povo!!!!

[Renovação de Parceria]  Au-au, rrrrr, au-au-au... Renovamos com a VALENTINA meu povo!!!!


Sobre a Valentina:
A Valentina

Para a VALENTINA, leitura é, acima de tudo, entretenimento. Olho vivo e faro fino.
Esse é, na verdade, o lema de todo grande editor. E a nossa pinscher encarna esse lema como ninguém.
A busca por livros inesquecíveis e entretenimento de alta qualidade nos leva a prazerosamente garimpar pelo mundo, todos os dias, o melhor da literatura de entretenimento, sem preconceitos.


E, para não ficar ninguém de fora, procuramos um mundo de temas: urban fantasy, distopia, paranormal, romances femininos, thriller, chick-lit, pets, religiosidade, biografia, bem-estar, steampunk... Sem esquecer, logicamente, os nossos xodós: romances que abordam a juventude contemporânea e ganham vida fora do livro - muitas vezes vão parar nas salas de aulas – com discussões fundamentais sobre os adolescentes, seus sonhos, seus medos, seus dramas e, principalmente, suas paixões.



É verdade, já deu para perceber, que a gente ama de paixão a literatura juvenil, mas nosso catálogo é eclético e moderno: tem diversão e cultura para quem está começando, aos 6 anos de idade, e também para quem já passou dos 100. Ah! E tem para quem quer chegar lá, certo? Tem tudo que, de alguma forma, faz da leitura um momento único e insubstituível.


Au-au, rrrrr, au-au-au, ou melhor, muito prazer, somos a VALENTINA.

Saiu BookTrailer de Delícia, Delícia!


Daemon está voltando com muita ação e reviravoltas.
Se você acha que sabe o que vai acontecer... Inocente!
Garanta já o seu:


Com quase 60% dos votos e uma dianteira considerável, apresentamos a capa escolhida por vocês para o novo livro da Lycia Barros.


Paula Juliana

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Resenha: Cante Para Eu Dormir - Angela Morrison

Resenha: Cante Para Eu Dormir - Angela Morrison
Classificação: 5/5 
Editora: Pandorga

Sinopse: Cante Para Eu Dormir - Angela Morrison
Cante para eu dormir revelará a dura realidade da vida, a energia firme da amizade e mostrará que o verdadeiro amor transcende tudo. O livro conta a história de Beth, uma garota que sofre bulling e passa toda sua infância sendo rejeitada por sua aparência. As únicas pessoas a aceitá-la são sua mãe e seu melhor amigo, Scott. Mas tudo isso fica para trás quando ela é convidada para ser a vocalista do coral da escola e recebe a transformação que lhe dará a oportunidade de conhecer um amor que vai além de tudo, até mesmo da própria vida. Derek é tão lindo, tão doce, tão fantástico que Beth acha que não merece, mas quer experimentar, mesmo estando á milhas de distância. Porém, existem segredos não revelados entre eles. A história reúne as mais profundas emoções humanas: decepções, tristezas, alegrias, amores e paixão, muita paixão, que ficará gravada em cada coração por muito tempo, mesmo depois do término da leitura.

Eis uma resenha complicada! Quando se deparamos com uma história que meche com nossas emoções, com nossos sentimentos, que nos joga em uma intensa montanha russa só para nos destroçar a cada virada, começamos a compreender essa vida de leitor maluco, que vive intensamente, que mergulha naquele enredo como se fosse sua própria vida. Cante para eu dormir, foi acima de tudo uma leitura fácil de se envolver, difícil de escrever e impossível de sair daquele mundo, de sair de sua cabeça, sempre que penso no decorrer do enredo, de como a história cresceu, de como seus personagens me cativaram e evoluíram e de como quebrou meu coração ao final, meus olhos se enchem de lágrimas e a emoção prevalece.

O começo é calmo e representa uma história comum, mas logo somos seduzidos pelo ritmo e pela escrita da autora que é deliciosa e nos faz se identificar com a doce e ingenua Beth. Uma garota que sofre muito preconceito e chacota por não ser bela, com suas roupas simples, cabelos cacheados, espinhas, óculos, Beth é chamada de ''Fera''. A grande questão é que Beth não só se senti assim como acredita que realmente é feia. Passamos pelo trauma de não ter um pai, de seu pai ter lhe chamado de bebê feio, o seu crescimento, o bulliyng na escola, de somente quem ter ficado ao seu lado, foi seu amigo Scott, e chegamos ao coral. Sua linda e emocionante ligação com a música, foi ai que a menina se transformou.

Coro viaja para a Suíça para uma importante competição e a Fera se transforma em Bela. Se transforma por dentro e principalmente por fora. É lá que conhecemos o doce e fofo Derek e juntamente com Beth começamos a se apaixonar.

Para mim a história teve várias etapas, foi muita torcida, desde a primeira mudança da garota Beth, foi o encantamento inicial por Scott tão amigo e fiel, querendo mostrar seus sentimentos, acreditando e vendo a menina quando nem mesmo ela se enxergava. A emoção que as cenas do coral trouxeram, a emoção das letras das músicas e como elas falaram com a história, como a complementavam. A entrada tímida de Derek no enredo e como ele se fez importante rapidamente. A certeza de que estava alguma coisa errada, o mistério do personagem, seus problemas ''com drogas'', suas histórias, sua pele, seus sumiços. 

A história é mais do que uma escolha impossível e um coração partido. 

Quando cheguei ao fim foi triste e bonito, emocionante e sensível. E agradeço imensamente por existir histórias assim.
Recomendo com todas as minhas forças e espero que muitos leitores apreciem a literatura que é essa obra, o quão é bem escrita, e como é bela e delicada, como entra na sua vida e  nos deixa sem chão, sem ar! Lindo, emocionante e forte! A canção dessa história é cantada a cada linha!

Paula Juliana

Resenha: A Aprendiz do Amor - Ricardo Oreste Forni

Resenha: A Aprendiz do Amor - Ricardo Oreste Forni
Classificação: 4/5
Editora: Petit editora

Sinopse: A Aprendiz do Amor - Ricardo Oreste Forni
Numa época medieval, Angélica é uma princesa que vive rodeada de luxo e riqueza, porém, pouco se importa com o conforto do qual desfruta em seu castelo. Sua maior preocupação é com os pobres que vivem nas redondezas. Ao conhecer o humilde jardineiro Antônio, Angélica passa a questionar seus privilégios em relação ao povo humilde.
Porém, seu pai, um rei poderoso e egoísta, não se conforma com as atitudes humanistas da filha. Ajudado por uma serviçal gananciosa, muito próxima de Angélica, o rei se vinga, mandando prender o jardineiro e expulsando a filha do palácio. Todos pagarão um preço por suas decisões. O que será que o destino reservará a cada um deles?

''Esse amor não pede e sempre doa; não tenta modificar os outros e sempre se aprimora;não se rebela nem se decepciona, porque nada espera em retribuição; não se magoa nem se impacienta, - irradia-se - qual mirífica luz  que, em se expandindo, mais se potencializa. ''

''Era uma princesa digna em sua beleza de posição real que ocupava. '' 

A Obra A Aprendiz do Amor do autor Ricardo Oreste Forni é uma literatura espírita que se passa em tempos medievais onde Reis e Rainhas eram verdadeiros Deuses.
Angélica  filha única do Rei e sua esposa, nasceu com berço, vivendo uma vida privilegiada, com serviçais atendendo suas necessidades e de sua família real. Moça bonita de 16 anos. Já estava em idade de casar, mesmo que nunca tenha pensado nisso. 

''Movimentando a cabeça lentamente de um lado para o outro do imenso jardim, acabou por visualizar a figura de um homem agachado junto aos canteiros, movendo com suas mãos nuas a terra adubada. ''

Angélica se aproxima de Antônio, o jardineiro, o que explica muito a ligação da mocinha com a natureza e com o que é simples e divino.
Por outro lado, seu pai, o Rei, não achava que sua majestade se restringia somente a terra, para ele, era o Deus, um grande Deus, todo poderoso que mandava e comandava tudo e todos. Quando Angélica o confronta sobre a podreza, a humilhação e a realidade das pessoas do povoado, O Rei poderoso e egoísta prende Antônio e expulsa Angélica, a filha do palácio.

''- Vejo que você é muito ingenua, minha filha! Os ricos sempre serão odiados pelos pobres! O único jeito de satisfazemos de maneira plena é trocarmos de lugar com eles. Talvez aí eles passem a me amar, como diz. E, quando estiverem no meu lugar, passarão a ignorar-me e abandonar-me a minha própria sorte. Ah! É claro! E a odiar-me também!''

''- Parece até que estas rosas são as mais belas deste local de luz, Antônio.''

Gostei bastante da protagonista Angélica e do enredo da história que mostra os dois lados de uma ''casa'', a moça mesmo sendo rica, tendo uma boa posição, linda, não era superficial egoísta como seu pai. Ela se preocupava com as pessoas e se indignava com as injustiças. Quando perdeu tudo no quesito financeiro aprendeu a verdadeira lição e seu envolveu com o mundo espiritual. 

Indico a obra A Aprendiz do Amor - Ricardo Oreste Forni para os fãs da literatura espirita, para quem gosta de ensinamentos e mensagens bonitas que pregam o que é verdadeiro e o que realmente importa: O INTERIOR! Pois dessa vida nada levamos de riquezas físicas conosco, somente o que de bom semeamos em nossas vidas e corações. 
     
''Porque esse amor não se apega, nunca é possessivo, portanto faz-se libertador, infinito, não se confundindo com a busca do relacionamento sexual, que pode estar embutido nele, sem lhe ser causalidade. ''

Paula Juliana

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Resenha: Vítimas – Jorge Lemos - Por Juliana Broering

Resenha: Vítimas – Jorge Lemos - Por Juliana Broering
Classificação: 3/5
Editora: Novo Século/Novos Talentos

Sinopse: Vítimas – Jorge Lemos 
Ele é um empresário bem-sucedido, exemplo de pai e, pelo menos até então, fiel à sua esposa – uma vida aparentemente segura e sob controle. Ela, uma jovem extremamente atraente e sensual, que tem uma vida tranquila em uma cidade do interior. Toda essa normalidade é posta à prova quando os dois se conhecem e passam a se encontrar. O estilo de vida e a diferença de idade entre eles – Vítor é 34 anos mais velho que Sarah – não os impedem de se relacionarem e desfrutarem de suas fantasias sexuais mais secretas. Porém, esta paixão proibida deixa rastros incalculáveis no caminho de ambos. Além disso, ele nem imagina que está se envolvendo em um perigoso jogo de sedução


POR Juliana Broering

Vocês já pararam pra pensar que as vezes, nem tudo é coincidência? Que tudo ocorre de acordo com o que já foi planejado desde o início? Pois é, foi assim que fiquei depois desse livro.

Narrado em terceira pessoa, Vítimas, de Jorge Lemos, conta a história de Vitor Crevalare. Empresário bem sucedido de 56 anos, dono da Sonora, fábrica de sapatos em ascensão, e com família exemplar, formada por Caroline, a imagem da esposa perfeita, e por dois jovens respeitosos, dedicados, filhos exemplares.
Tudo desanda quando Vitor, devido a sua maior visibilidade por causa da fábrica, sofre dois atentados contra sua vida e começa a desenvolver síndrome do pânico, não querendo mais sair de casa pois acredita que, como os culpados não são encontrados, acontecerá novamente. Caroline, preocupada com a situação do esposo, pede ajuda a Dr. Afonso, psiquiatra e amigo da família, que dá a orientação de que Vitor se isole durante 15 dias em uma cidadezinha tranquila do interior de Minas Gerais.
Lá, inicialmente, ele se sente entediado, mas logo conhece uma jovem do interior, moça de família, 34 anos mais nova, que lhe encanta. Vitor tenta resistir, mas quando percebe está totalmente envolvido e apaixonado por ela, levando-a consigo quando volta para São Paulo. Sarah é colocada então em um apartamento e ele, sem se importar com a família, a encontra todos os dias durante horas. O que ele não consegue perceber, mas que vemos enquanto a história avança é que, as vezes, nada acontece por acaso.

O nome Vítimas quer anteceder o que acontece durante o enredo, onde se desenrola a história das vítimas, seja do destino, do acaso, ou de planos premeditados. Primeiramente, ao meu ver, Vitor e Sarah são vítimas da diferença de idade, já que ele acredita que está prejudicando a juventude dela, sem pensar que ela realmente pode amá-lo. Depois, são vítimas de um amor tão ciumento que chega a ser doentio, e que chega a um ponto insuportável quando o protagonista descobre a traição da jovem com um vizinho. E, mais, me pareceu que o autor quis deixar Sarah como vítima, boa moça, de família, mas ela se mostra totalmente diferente e nada inocente, deixando Vitor como maior vítima, ainda que eu não o veja como tal nessa relação. Mas, quer mostrar ainda o quanto ele foi vítima devido ao grande mistério do livro: o mandante dos atentados contra sua vida e os motivos que levaram isso a acontecer.

A história é baseada muito em desejo e prazer, mas principalmente em traição. Só que, para mim, o grande amor do nosso casal principal se baseia somente em sexo, e não consegui entender como esse amor se desenvolveu. Percebemos uma relação doentia, onde o que mais prende é a trama para descobrir quem queria o mal do empresário, e aí sim, o final se encaixa perfeitamente e foi, pelo menos pra mim, uma grande revelação. E, ainda assim, a leitura não me prendeu muito, achei um pouco pesada demais, com uma história um pouco cansativa, e mesmo que seja baseada em fatos reais, como informa o autor, não consegui imaginar isso tudo acontecendo, ainda que eu saiba que aconteça. Recomendo somente para quem gosta bastante do gênero. 

Juliana Broering

segunda-feira, 9 de maio de 2016

[Lançamento AuAu] Quando Finalmente Voltará A Ser Como Nunca Foi - Joachim Meyerhoff - Editora Valentina

[Lançamento AuAu] Quando Finalmente Voltará A Ser Como Nunca Foi - Joachim Meyerhoff - Editora Valentina


Isso é normal? 
Crescer entre centenas de pessoas com deficiência física e mental, como o filho mais novo do diretor de um hospital psiquiátrico para crianças e jovens? 


Nosso pequeno herói não conhece outra realidade – e até gosta muito da que conhece. O pai dirige uma instituição com mais de 1.200 pacientes, ausenta-se dentro da própria casa quando se senta em sua poltrona para ler. A mãe organiza o dia a dia, mas se queixa de seu papel. Os irmãos se dedicam com afinco a seus hobbies, mas para ele só reservam maldades. E ele próprio tem dificuldade com as letras e sempre é tomado por uma grande ira. Sente-se feliz quando cavalga pelo terreno da instituição sobre os ombros de um interno gigantesco, tocador de sinos.

Joachim Meyerhoff narra com afeto e graça a vida de uma família extraordinária em um lugar igualmente extraordinário. 
E a de um pai que, na teoria, é brilhante, mas falha na prática. Afinal, quem mais conseguiria, depois de se propor a intensificar a prática de exercícios físicos ao completar 40 anos, distender um ligamento e nunca mais tornar a calçar o caro par de tênis? Ou então, em meio à calmaria, ver-se em perigo no mar e ainda por cima derrubar o filho na água? O núcleo incandescente do romance é composto pela morte, pela perda do que já não pode ser recuperado, pela saudade que fica – e pela lembrança que, por sorte, produz histórias inconcebivelmente plenas, vivas e engraçadas.

LANÇAMENTOS VALENTINA:


Paula Juliana

domingo, 8 de maio de 2016

Resenha: Entrega Total - The Plus One Chronicles # 3 - Jennifer Lyon

Resenha: Entrega Total - The Plus One Chronicles # 3 - Jennifer Lyon
Classificação: 4/5  Favorito 
Editora: Charme

Sinopse: Entrega Total - The Plus One Chronicles # 3 - Jennifer Lyon
Entrega Total é a última parte de uma série de três livros. Os leitores devem começar com Uma Proposta Sedutora e Só você, de Jennifer Lyon. Na explosiva conclusão da trilogia The Plus One Chronicles, Sloane Michaels, o homem absurdamente rico, dono de uma beleza selvagem e ainda obcecado por amor e vingança, vai enfrentar uma escolha impossível: perder a mulher que ama ou trair a memória de sua irmã gêmea. Vendo o homem que ela venera prestes a se destruir em nome do ódio, Kat Thayne sabe que deve fugir e nunca mais olhar para trás. Porém, agora não é mais se escondendo que ela resolve as coisas. Kat se transformou em uma lutadora feroz, e o homem que a ajudou nessa conquista é o mesmo a quem agora ela deve dar forças. Só que a paixão ardente e o amor conquistado a duras penas, que unem Kat e Sloane cada dia mais, também devem sobreviver aos antigos segredos e mentiras que estão vindo à tona. O perigo mora ao lado. E Kat logo entende que está arriscando mais do que o coração para ficar com Sloane… Ela está arriscando a própria vida.

Ninguém deveria fazer de sua missão de vida cometer um ato de vingança. 
A vingança não só cega as pessoas como envenena o coração, ele tinha tudo para desistir do amor, uma vida difícil, uma infância miserável, uma mãe omissa e uma irmã assassinada, porém Slone Michaels se deixa apaixonar por Kat Thayne e nesse terceiro volume final da trilogia The Plus One Chronicles da linda autora Jennifer Lyon descobrimos se... O amor pode superar a vingança!?!

Amo personagens quebrados, são os mais fáceis de fazer transbordar a empatia nos leitores, a gente se identifica mesmo se não tenha nunca passado pelo drama deles, e como os bons curiosos que somos, vamos de imediato entrando nas histórias, curiosos pelos dramas, ávidos por saber o que aconteceu, como aconteceu, e o que acontecerá. Foi nesse terceiro volume que temos nossas respostas.

Kat não é a mocinha linda, perfeita e padrão, muito pelo contrario, ela sofreu um grande trauma, uma grande violência, onde se machucou muito, ficou com ''deficiências'' e cicatrizes aparentes e para a vida toda. Precisava se sentir segura, precisava aprender a se defender, só faltava isso após conseguir se livrar do noivado falido e dos pais controladores e tomar as rédeas de sua vida.

Sloane por outro lado, superficialmente é o modelo de homem perfeito, lindo, gostoso, rico, dono de academia, treinador e lutador de MMA, quem vê aquele homem não imagina os demônios que tem que ligar e por tudo que já passou na vida, o pior de tudo foi a morte de sua irmã que foi brutalmente estuprada e assassinada por um homem também lutador. Sloane passou a vida se preparando para enfrentar o monstro e vingar sua irmã. Quando está muito perto de ter a chance de entrar na gaiola com seu alvo de vingança, Kat entra em sua vida e o faz duvidar de tudo! 

A série é linda, é quente, é romântica, Kat e Sloane são o casal perfeito, mas tem que ligar com muitos problemas e se superar, não somente sozinhos, pessoas, mas como casal também, temos o grande dilema do fazer justiça com as próprias mãos, é certo Sloane matar o assassino/estuprador de sua irmã? É merecido? É justiça? Isso faz dele uma assassino do mesmo modo? Kat conseguirá passar por cima de suas crenças sobre o assunto? Um relacionamento sobrevive a tanta dor? Todo o enredo mesmo algumas vezes sendo bem clichê romântico mexeu bastante comigo, amei a série, li em uma tacada só. Me apaixonei pela história do lutador e da doceira, muitas vezes era como se estivesse assistindo um daqueles filmes de romance com lutadores de MMA e luta livre. A premissa é muito gostosa e muito, muito atraente.

Somos comovidos em muitos momentos, temos o desfecho da história do querido Drake o treinador e ''pai'' de Sloane e somos enfim levados pela emoção. 

A história é linda, a escrita é super direta, e envolvente, se queremos romance, tem muito! Cenas quentes e hots, sim, é um livros para os crescidinhos. Ação, sangue, porradaria, e muitos lutadores? Temos também! 
Super recomendo a história de amor de Sloane e Kat para os fãs dos romances, dos livros com pegada, das histórias que nos deixam apreensivas, emocionadas e suspirando pelos cantos tudo ao mesmo tempo! Entrega Total fechou com cinturão de ouro a trilogia de uma forma sexy, bonita e cheia de ação! Recomendadíssimo!

Paula Juliana               

Resenha: O Tempo Que Nunca Foi - Trilogia Amber House - Livro 02 - Kelly Moore, Tucker Reed, Larkin Reed

Resenha: O Tempo Que Nunca Foi - Trilogia Amber House - Livro 02 - Kelly Moore, Tucker Reed, Larkin Reed
Classificação: 4/5  Favorito 
Editora: Jangada

Sinopse: O Tempo Que Nunca Foi - Trilogia Amber House - Livro 02 - Kelly Moore, Tucker Reed, Larkin Reed
Depois da morte da avó, Sarah Parsons vai morar em Amber House, a centenária propriedade que pertence à sua família há gerações. Mas Sarah começa a ter uma sensação de que algo está de alguma forma errado. As coisas estão melhores para Sarah e sua família, mas outras estão muito diferentes e não mudaram para melhor. Com memórias confusas e uma enorme sensação de déja-vu, Sarah percebe que fez uma escolha que transformou tudo - e agora ela tem que escolher tudo outra vez. Com a ajuda de Amber House, que lhe traz visões de seus antepassados, e seu amigo de infância, Jackson, ela consegue se lembrar de como as coisas deveriam ser e planejar uma ousada missão que vai redefinir o universo mais uma vez. Sarah precisa descobrir o que mudou e como pode corrigir isso, antes que seja tarde demais. 
Resenha livro UM

Passado, presente e futuro em um grande duelo de espadas, onde a vida e a morte brincam entre si!

Estar de volta a Amber House não poderia ter sido mais prazeroso, como uma das minha séries preferidas da Editora Jangada, foi em 2016 que descobri a magia que envolve essas paredes. Quando a sua própria casa tenta lhe explicar uma história, ou melhor umas histórias, é melhor parar tudo e a ouvir!
Foi o que fiz, pela segunda vez, nesse lindo volume de O Tempo que Nunca Foi, onde muitas coisas estão no mínimo podemos dizer, DIFERENTES! 

''Amber House não é só uma casa, não é só o título da obra, o nome de uma mansão antiga, Amber House é um grande personagem, um importante protagonista ao lado de Sarah Parsons conta e protagoniza não só uma história, mais várias, percorrendo gerações e gerações de uma família repleta de mulheres fortes e sofredoras!''

Somos introduzidos em um mundo muito diferente do que encontramos no volume um, Sarah ainda é Sarah, mas está modificada, elementos de Amber House #Um como a situação do casamento de seus pais, seu irmão Sam e sua tia Meg, sua relação sobre a família, sobre a casa e principalmente sobre o contexto histórico. Voltamos no tempo minha gente, é como se a vida de Sarah e tudo que conhecemos da sua história nunca tivesse acontecido, porém duas pessoas estão bem cientes das modificações, Sam e nosso Jackson, o menino que enxerga o futuro, e ele sabe que o que está por vir não é nada bom. Então cadê a Sarah modificar novamente e criar um futuro melhor com a ajuda dos que ama e de AMBER HOUSE!

''História vai, narrativa vem e quando nem percebemos somos introduzidos ao mistério que é essa casa. Somos levados para o lado sobrenatural dessa história.

Amber House não é uma casa mal assombrada! #Será?!!!

Sarah descobre que tem um antigo dom de família, ela consegue por meio de tocar em objetos antigos nesse lugar ver ECOS passados, consegue assistir momentos passados, com pessoas de gerações passadas de sua família. E é ai que a história pula de romance para um tremendo suspense, com direito a muita agonia, a muitos cabelos puxados e muito medo, medo que algo de ruim aconteça, medo que isso não esteja certo, que algo do passado dessa casa se meta no futuro dessa família.''

Richard e Jackson ainda tem papeis fundamentais nessa narrativa. Apesar das participações bem aparentes, no quesito romance o primeiro volume me encantou muito mais, essa segunda parte é muito focada na situação do mundo no momento e em como os atos de Sarah modificaram não só sua realidade como a de toda a história!
Escravos, nazistas, muito preconceito, escrito com sofrimento e sangue mostram que como está não pode ficar.
Uma curiosidade que achei muito legal mesmo foi que lendo Amber House Um não tinha percebido que Jackson era um personagem negro, nessa segunda parte da história mediante a todos os preconceitos que o personagem sofre fica evidente não só a abordagem do racismo como também do fato dele ser um garoto humilde que sonha estudar medicina. São muitas reviravoltas, muitas superações e tudo envolto nessa atmosfera de suspense, de ecos, de elementos que querem mostrar para Sarah como foi e como deveria estar a sua vida e o mundo. 

''Amber House me ganhou completamente pela sua atmosfera e por ter sido tão bem construída e elabora, cheguei na parte final e só pensava como essas autoras conseguiram pensar em absolutamente tudo, pois elementos que apareceram lá no comecinho começaram a fazer um enorme sentido, como se tivesse tudo muito bem amarrado como uma teia de arranha.
Teias, construções, emaranhados de labirintos, romance, ação, sonhos, ecos, pessoas há muito mortas e com histórias ainda muito vivas e escritas em paredes de verdade, é Amber House que é a grande estrela desse show. Uma leitura IMPECÁVEL, deixa o leitor com gostinho de quero mais, ansioso para reviver todas as emoções, medos, angustias e sentimentos que foram essa leitura.'' 

Como uma BOA MÃE fico velando e aguardando angustiadamente o terceiro livro final dessa trilogia, como foi uma surpresa encontrar esse mundo virado e retorcido, fico somente pensando o que vai vir a seguir!!! Recomendadíssimo, uma leitura que merece ser lida, relida e admirada por toda a sua construção, envolvimento e criatividade!

Paula Juliana

sábado, 7 de maio de 2016

[Lançamentos Cultrix e Pensamento] A Alma de Nietzsche/ A Dança do Sagrado Feminino/ Seu Primeiro Cargo de Liderança!

[Lançamentos Cultrix e Pensamento] A  Alma de Nietzsche/ A Dança do Sagrado Feminino/ Seu Primeiro Cargo de Liderança!



Paula Juliana

[Lançamento AuAu #EdValentina] DELÍCIA, DELÍCIA - Donna Kauffma!

[Lançamento AuAu #EdValentina] DELÍCIA, DELÍCIA - Donna Kauffma!


Hummmmmmmmmmmmmmm, com muitos, muitos Mssssss!!!!!

DELÍCIA, DELÍCIA
Donna Kauffman

Ficar na cozinha nunca foi tão gostoso.



*SINOPSE: 
Quando a extraordinária confeiteira Leilani Trusdale trocou a agitação de Nova York pela pacata e doce Ilha de Sugarberry, não esperava que seu passado a seguisse. Seu antigo chefe, Baxter Dunne ( também conhecido como “Chef Hot Cakes”) o homem que ensinou a ela que o creme compensa, reaparece desejando filmar seu famoso programa de culinária.
O problema é que ele escolheu filmar na Cakes By The Cup, a minúscula e aconchegante confeitaria de Leilani. Com seu olhar de brigadeiro de colher e aquele irresistível sotaque britânico -- que faz a moça babar e seu rosto corar como calda de cereja --, ele fez as fofocas de cozinha rolarem soltas. Lani, lá no fundo, só deseja que algumas sejam deliciosamente verdadeiras...

Os amigos estão convencidos de que o ex-chefe é o ingrediente que falta para a definitiva receita de felicidade dela. Porém, Baxter terá que botar a mão na massa se quiser tirar do forno um grande, verdadeiro, quentinho e saboroso amor.
No Clube do Cupcake, cozinhar é apenas um detalhe.
Entre altos papos e doces lambidas, amizades crescem como pão quentinho e a vida vai ficando, hummmm, mais saborosa.
Mas quando é preciso decidir entre a vida que você sempre sonhou e o amor da sua vida, só as melhores amigas, as melhores receitas e uma caixa cheia de Red Velvets podem ajudar.
É hora de praticar boloterapia!!!

Autora best-seller do USA Today, Donna Kauffman foi finalista do prêmio RITA e já recebeu resenha de seus livros nas mais diversas revistas, como a Entertainment Weekly e a Cosmopolitan. Atualmente mora no adorável interior da Virgínia. Donna mantém sempre em estoque ovos, farinha, manteiga e tudo o mais relacionado com cupcakes para suas pesquisas na preparação desta série O Clube do Cupcake.

“Donna Kauffman escreve de forma inteligente e cheia de sensualidade. Ah, e com cobertura de sobra!” Janet Evanovich
“Deliciosamente sexy” Carly Phillips 

Paula Juliana