sexta-feira, 28 de outubro de 2016

[Lançamentos Gente OUTUBRO 2016 ] Incansáveis - Como empreendedores de garagem engolem tradicionais corporações e criam oportunidades transformadoras Autor: Maurício Benvenutti Selo: Gente

[Lançamentos Gente OUTUBRO 2016 ] Incansáveis - Como empreendedores de garagem engolem tradicionais corporações e criam oportunidades transformadoras Autor: Maurício Benvenutti Selo: Gente 


Somos atropelados pelas inovações em série que atingem todos os setores da economia. Nosso planeta será muito diferente em pouco tempo. O que funcionou nos últimos cinquenta anos não funcionará nos próximos dez. No entanto, muita gente não enxerga isso ou finge que não vê! Uma nova geração de empreendedores, que enfrenta sem medo as grandes empresas, está reescrevendo completamente a sociedade em que vivemos. Esses INCANSÁVEIS não suportam mais o sedentarismo e a mesmice das coisas. O que eles querem é construir um foguete e ir para a Lua!  
Morando no Vale do Silício, Maurício Benvenutti usa a experiência de ter participado da construção de uma empresa bilionária e de conviver diariamente com talentos do mundo inteiro para mostrar o futuro que muitos não aceitam e a forma como os negócios bemsucedidos são criados hoje em dia. 
 
“O jeito de fazer negócios mudou. Está rápido como nunca se viu. Neste livro, Maurício descreve como um novo grupo de empreendedores vem contagiando toda uma geração com ideias brilhantes e trabalho duro.” Marcelo Maisonnave, fundador da XP Investimentos. 
 
“É muito bom termos grandes empreendedores brasileiros vivendo e contando sua visão sobre o ecossistema de start - ups . Parabéns, Maurício, pela ótima fonte de inspiração aos nossos INCANSÁVEIS!” Patrick Sigrist, fundador do iFood. 
 
“É impressionante ver a qualidade e precisão que o Maurício coloca em tudo! E neste livro não foi diferente. Num mundo em franca transformação, INCANSÁVEIS é leitura obrigatória. Uma verdadeira lição para entender o futuro e se preparar para ele.” Pedro Englert, venture capitalist, sócio do StartSe e CEO do InfoMoney entre 2013 e 2015. 
 
Maurício Benvenutti largou uma estável e bem-sucedida carreira executiva em um importante parceiro da IBM para ingressar em uma desconhecida corretora de valores. Juntamente com sócios fantásticos, ajudou a transformar aquele pequeno escritório de Porto Alegre na XP Investimentos, a maior corretora do Brasil e uma das maiores instituições financeiras da América Latina. Depois de trabalhar quase uma década, criar incontáveis projetos e fazer da XP um negócio bilionário, Maurício embarcou para o Vale do Silício, tornou-se uma referência brasileira na região e mergulhou de cabeça no universo das empresas mais inovadoras do planeta. Encantado pela força do empreendedorismo como forma de impactar a sociedade global, hoje ele é sócio do StartSe, a maior plataforma do Brasil para conectar empreendedores, investidores e mentores. Morando em São Francisco, EUA, transfere o seu conhecimento aos profissionais brasileiros por meio de consultorias e palestras. É graduado pela PUCRS, com MBA pela FGV, pós-graduação pela UC Berkeley e especialização pela Stanford University. 

Paula Juliana

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

[Para quem apostou no escuro...] A MENINA SUBMERSA - OBSESSÕES À FLOR DA PELE - UMA “OBRA-PRIMA DO TERROR E DA FANTASIA DARK” DA NOVA GERAÇÃO!

[Para quem apostou no escuro...] A MENINA SUBMERSA - OBSESSÕES À FLOR DA PELE - UMA “OBRA-PRIMA DO TERROR E DA FANTASIA DARK” DA NOVA GERAÇÃO!


Um caso de amor para toda vida. 

Antes da DarkSide® Books, era quase impossível uma editora brasileira lançar, simultaneamente, um mesmo título com duas versões de capa. Livros de terror, fantasia ou cultura pop raramente ganhavam edições de luxo, apesar de sua apaixonada base de fãs. 

Nós resolvemos apostar no escuro. Nosso primeiro título, Os Goonies, chegou às livrarias na Classic Edition e na cobiçada Limited Edition, esgotada em menos de um mês. Os pedidos foram tantos que nos sentimos obrigados a relançar Os Goonies numa nova versão em capa dura, um ano depois. 

Também resolvemos apostar no escuro com a escolha de novos títulos em nosso catálogo. Além dos grandes clássicos, como Psicose, Tubarão, O Exterminador do Futuro, investimos em autores ainda não muito conhecidos do grande público, mas que já exibiam talento de sobra. Foi o caso de Caitlín R. Kiernan e seu brilhante romance vencedor do prêmio Bram Stoker, A Menina Submersa. 

Os leitores DarkSiders apostaram no escuro com a gente, e fizeram de A Menina Submersa um merecido sucesso. Mas faltava um detalhe. A edição em capa dura que vocês tanto pediram.
Preparamos algo muito especial, para colecionadores, para quem mergulhou com Imp ou para quem está disposto a fazer um passeio corajoso pelas águas da nova literatura fantástica. A obra-prima que vocês consagraram também foi feita para se guardar a sete chaves. 


O QUE FALAM SOBRE A MENINA SUBMERSA?

A Menina Submersa: Memórias é uma história diferente. Lugares assustadores podem existir no seu subconsciente. Por vezes, a mente perturbada de Imp te leva a esquinas que são assim. Assustadoras, quero dizer. - Pipoca Musical

A Menina Submersa é um caleidoscópio de imagens. (...)  Uma vez iniciada a leitura, saiba que sua mente será tragada para um mar de lendas e criaturas, onde todo o engajamento será recompensado. - Nerd Pride

A Menina Submersa é uma Ode ao medo. A sensação pura e aterrorizante que podemos encontrar em um momento inesperado, capaz de nos corroer ao longo da vida. - Book Addict

CONHEÇA O LIVRO

A MENINA SUBMERSA | CLASSIC EDITION
OBSESSÕES À FLOR DA PELE
UMA “OBRA-PRIMA DO TERROR E DA FANTASIA DARK” DA NOVA GERAÇÃO


A Menina Submersa: Memórias é um verdadeiro conto de fadas, uma história de fantasmas habitada por sereias e licantropos. Mas antes de tudo uma grande história de amor construída como um quebra-cabeça pós-moderno, uma viagem através do labirinto de uma crescente doença mental. Um romance repleto de camadas, mitos e mistério, beleza e horror, em um fluxo de arquétipos que desafiam a primazia do “real” sobre o “verdadeiro” e resultam em uma das mais poderosas fantasias dark dos últimos anos. Considerado uma “obra-prima do terror” da nova geração, o romance é repleto de elementos de realismo mágico e foi indicado a mais de cinco prêmios de literatura fantástica, e vencedor do importante Bram Stoker Awards 2013.

O trabalho cuidadoso de Caitlín R. Kiernan é nos guiar pela mente de sua personagem India Morgan Phelps, ou Imp, uma menina que tem nos livros os grandes companheiros na luta contra seu histórico genético esquizofrênico e paranoico. Filha e neta de mulheres que buscaram o suicídio como única alternativa, Imp começa a escrever um livro de memórias para tentar reconstruir seus pensamentos e lutar contra o que seria “a maldição da família Phelps”, além de buscar suas lembranças sobre a inusitada Eva Canning, sua relação com a namorada e consigo mesma, que evoca em muitos momentos a atmosfera de filmes como Azul é a Cor mais Quente (Palma de Ouro em Cannes, 2013) e Almas Gêmeas (1994), de Peter Jackson.

Não se assuste: é um livro dentro de um livro, e a incoerência uma isca para uma viagem mais profunda, onde a autora se aproxima de grandes nomes como Edgar Allan Poe e HP Lovecraft, que enxergaram o terror em um universo simples e trivial – na rua ao lado ou nas plácidas águas escuras do rio que passa perto de casa – , e sabem que o medo real nos habita. Caitlín dialoga ainda com o universo insólito de artistas como P.G. Wodehouse, David Lynch e Tim Burton, e o enigmático personagem Sandman, de Neil Gaiman, com quem aliás, trabalhou, escrevendo The Dreaming, spin-off derivado da obra-prima de Gaiman. A Menina Submersa evoca também as obras de Lewis Carrol, Emily Dickinson e a Ofélia, de Hamlet, clássica peça de Shakespeare, além de referências diretas a artistas mulheres que deram um fim trágico à sua existência, como a escritora Virginia Woolf.
Menina Submersa

Com uma narração intrigante, não-linear e uma prosa magnífica, Caitlín vai moldando a sua obsessiva personagem. Imp é uma narradora não-confiável e que testa o leitor durante toda a viagem, interrompe a si mesma, insere contos que escreveu, pedaços de poesia, descrições de quadros e referências a artistas reais e imaginários durante a narrativa. Ao fazer isso, a autora consegue criar algo inteiramente novo dentro do mundo do horror, da fantasia e do thriller psicológico.

A epígrafe do livro, retirada de uma música da banda Radiohead – “There There” –, diz muito sobre o que nos espera: “Sempre há um canto de sereia lhe seduzindo para o naufrágio”. A Menina Submersa é como esse canto, que hipnotiza até que tenhamos virado a última página, e fica conosco para sempre ao lado de nossas melhores lembranças.


Caitlín R. Kiernan (1964) é autora de livros de ficção científica e fantasia dark, e paleontóloga. Escre- veu dez romances, dezenas de histórias em quadrinhos e mais de 200 contos e novelas. Entre seus trabalhos, destacam-se os romances Silk (1998), Threshold (2001), ambos vencedores do International Horror Guild Award, e The Red Tree (2009); a série em quadrinhos The Dreaming, spin-off de Sandman, de Neil Gaiman, com quem também escreveu a novelização de Beowulf (2007). A Menina Submersa: Memórias conquistou os Prêmios Bram Stoker e James Tiptree, Jr., este dedicado a obras de ficção científica ou de fantasia que expandem e exploram a compreensão de gênero.

Paula Juliana

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

[Lançamento OUTUBRO 2016 Editora Única] Yandere Subtítulo: A série mais emocionante do canal de sucesso JVNQ Autor: João Victor Queiroz Selo: Única

[Lançamento OUTUBRO 2016 Editora Única] Yandere Subtítulo: A série mais emocionante do canal de sucesso JVNQ Autor: João Victor Queiroz Selo: Única


PREPARE-SE PARA UMA HISTÓRIA CHEIA DE INTRIGAS E FORTES EMOÇÕES! 

Se você gosta de Minecraft e histórias repletas de reviravoltas, você com certeza conhece o canal do João Victor, o JVNQ. Se você ainda não conhece, está na hora de correr para acompanhar! JV, como é conhecido, está por trás das histórias mais criativas do YouTube, com séries que envolvem de romance a terror, passando, é claro, por muita comédia e aventura.   
Neste livro, você conhecerá o universo da novela Yandere , já adorada por todos que seguem o canal. Tudo
 começa no primeiro dia de aula do jovem protagonista em uma escola nova, longe da família e dos amigos. Aparentemente normal no começo, a escola logo se torna palco de eventos suspeitos e inesperados. Para piorar, as pessoas parecem cercadas de mistérios, ainda que sejam todas carismáticas.  
Com essa mistura, JV logo descobre que, ali, nada é normal e nenhum dia é de tédio – especialmente ao lado de Lívia, sua nova melhor amiga estranha e grudenta. 

Natural de Recife, João Victor tem 19 anos e já entrou para o seleto grupo dos youtubers mais famosos do Brasil. Estudante de Administração, criou seu canal em 2010 e, com muita dedicação, conquistou uma legião de mais de 2 milhões de seguidores que o acompanha em suas séries baseadas em Minecraft, um dos jogos mais populares dos últimos tempos. 

terça-feira, 25 de outubro de 2016

[Lançamento editora GENTE OUTUBRO 2016] O poder da alegria - Recupere a sua conexão interior e equilibre a sua vida Autora: Bibba Pacheco Selo: Gente

[Lançamento editora GENTE OUTUBRO 2016] O poder da alegria - Recupere a sua conexão interior e equilibre a sua vida Autora: Bibba Pacheco Selo: Gente


O autoconhecimento liberta! 

Este livro tem como missão fazer você se conectar à força interior mais poderosa: a alegria. Muito se fala sobre a felicidade e a busca dela, mas pouca gente compreende que a felicidade é atingida pela prática diária da alegria.  

E a alegria se pratica.  A partir do equilíbrio de cinco forças estudadas e aplicadas pela autora e que podem ser reproduzidas por qualquer pessoa. Muita gente passa a vida acreditando que só se pode ser feliz tendo poder, dinheiro, as condições perfeitas de vida para atingir seus objetivos, mas descobrir a chave da alegria lhe trará os meios para criar as suas condições perfeitas. É possível ter prosperidade, saúde, autoaceitação e amor, tudo ao mesmo tempo? Deixe Bibba Pacheco lhe provar que sim.  

Musicista, escritora, Mestre de Yoga/Educadora de Saúde & Bem-Estar, Mestre de Reiki e DJ internacional, Bibba Pacheco é detentora de uma das mais extraordinárias carreiras que uma artista ligada ao segmento da música eletrônica pode alcançar. Seu talento excepcional vem com uma formação acadêmica brilhante: Bacharelado em Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda; pósgraduação em Film/Cinematography nos Estados Unidos; diplomas em Psychology Coach pela Harvard University; formação como Mestre de Yoga pela Chopra University; certificação em Mestre de Reiki pela Spiritual Intuitive Reiki Energy Healing; formação em Teoria da Música/Piano Clássico e Produção de Música Eletrônica – AIMEC.

Paula Juliana

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

[Lançamento Única] Todo dia com a Bel Autora: Bel Selo: Única

[Lançamento Única] Todo dia com a Bel Autora: Bel Selo: Única


NÃO PRECISA MAIS ESPERAR UM VÍDEO NOVO – COM ESTE LIVRO, VOCÊ PODE ESTAR TODOS OS DIAS COM A BEL! 
 
Todo dia com a Bel é um presente para os leitores e fãs da Bel, uma das youtubers de maior sucesso no Brasil. O livro tem um projeto híbrido e mistura elementos de diários, planners de organização pessoal e agendas de compromisso. É dividido por semanas e pode ser usado a partir de qualquer mês do ano. Além disso, está repleto de fotos com frases e mensagens da Bel, para que a leitora sinta como se estivesse compartilhando detalhes de sua vida com ela.  
“Agora estou com você no YouTube e na sua casa! Com o meu livro, você poderá planejar todos os dias da semana. E o melhor de tudo: estarei sempre ao seu lado! Agora é a sua vez de compartilhar comigo todos os seus segredos.” 
 
 
+ de 1 bilhão de visualizações no canal Bel para Meninas 
+ de 100 mil exemplares vendidos de seu primeiro livro, Segredos da Bel para M eninas  
 
Bel está entre o grupo dos jovens brasileiros de maior sucesso no Youtube. Ao lado de sua mãe, tornou-se referência em criatividade e inovação na internet com os canais Bel para Meninas e Penteados para Meninas, e não possui concorrentes na categoria no mesmo patamar de visualização e influência. Foi convidada pela Disney para gravar na cidade de Orlando um vídeo exclusivo para o canal Parques Disney Brasil, e fez aparições nos programas Fantástico e Encontro com Fátima Bernardes , da Globo. 
 
 

domingo, 23 de outubro de 2016

[ÉCharme] Lançamento tão aguardado e superfofo Deixe o amor entrar de Melissa Collins @EdCharme

[ÉCharme] Lançamento tão aguardado e superfofo Deixe o amor entrar de Melissa Collins @EdCharme


Sinopse 
O que aconteceria se você perdesse tudo? Se as pessoas que deveriam amá-la incondicionalmente não existissem mais, como seu mundo mudaria?

Madeleine Becker perdeu tudo aos dez anos de idade quando seus pais morreram. Arrancada de sua casa e de tudo o que sempre amou, ela é forçada a recomeçar a vida. A única maneira de seguir em frente é bloquear o coração e manter todos a uma distância segura. Sua lógica: ela não se machuca se não se apaixonar.

Essa teoria vai pelos ares quando ela conhece Reid Connely, no primeiro ano de faculdade. Ele é lindo e sombriamente misterioso. E entende bem demais a dor de Maddy, mas compartilhar a sua significa derrubar muros que ele mesmo ergueu em volta de seu coração. Em conflito entre amar Maddy e esconder o passado misterioso, Reid começa a reavaliar seu mundo. A força interior de Maddy, a personalidade espirituosa e a beleza de tirar o fôlego ajudam Reid a fazer as pazes com seu passado.

Juntos, eles descobrem o que acontece quando deixam o amor entrar.

Paula Juliana

Resenha: Mulheres que não sabem chorar - Lilian Farias

Resenha: Mulheres que não sabem chorar - Lilian Farias
Classificação: 5/5  Favorito 

Sinopse - Mulheres que não sabem chorar - Lilian Farias
Mulheres Que Não Sabem Chorar conta a história de duas pessoas que se reconhecem como mulheres e que se amam em toda a sua plenitude. Desse amor renascem sentimentos que outrora fora reprimidos: dores; curas e anseios sobre o próprio amar e ser amada. Duas mulheres que precisam quebrar o pior e mais severo dos preconceitos: aquele que habita em nossas entranhas! Mais que uma relação homoafetiva, Mulheres que não sabem chorar nasceu dos meus 40 dias no deserto, durante todas as privações e isolamentos sociais. O deserto me ensinou a recolher e emanar as minhas ancestrais para me dar vida própria e encarar o mundo, depois soprei nas palavras da vida, que pulsava nas minhas veias, a força de Ísis.


''...Esta sociedade não nos dá espaço, pois vive rotulado a vida de todos e doutrinando a maneira de como as pessoas têm que viver...''

''Todos nós, independente de gênero, que nos reconhecemos como mulheres, carregamos um mundo em nossas entranhas.'' 

Não tem quem diga que nós mulheres não somos fortes e guerreiras! Somos o sexo frágil? De onde vêm esse mito? Lendo o livro, Mulheres que não sabem chorar, da autora Lilian Farias, entrei de cabeça nas histórias de muitas mulheres e tive a absoluta certeza que nós mulheres devemos e temos o direito de chorar! Somos fortes!
''Feridas na alma, muitas vezes travestidas de sorrisos amarelos.''
O livro tem como foco principal a história de duas mulheres, histórias que se cruzam. Vidas que se entrelaçam. Mas mesmo sendo 'só' com duas protagonistas, nessa obra encontramos muitas histórias de mulheres.

''Um encontro com o espelho não é fácil, mas nos ensina a chorar.''
''E essa é a busca de se encontrar, de se permitir, de se entender, de buscar ser amado para dar sentido a vida.''

Histórias de medos, angustias e desespero.

Histórias que contam as feridas da alma dessas sobreviventes, contam sobre doenças da alma - fala sobre os canceres, os preconceitos e sobre VIDAS!

Marisa e Olga. Essas são nossas mulheres. Comecei a ler o livro pensando que leria um simples romance. Nesse caso contando sobre o amor dessas duas mulheres. Homoafetivo. Porém, a obra me surpreendeu, me pegou não só pelo romance, me pegou pelas histórias contadas, pelas lições FORTES de vida e pelas dores que senti lendo.

''Marisa privou-se de sentir e tentou compreender o incompreendível, e murchou mais que floresceu. Ela amava as flores, mas as incompreendia na essência, julgava demais, tinha verdades demais, o tempo era uno e foi incapaz de refletir sobre as realidades que a cercava.''  

Marisa uma mulher na faixa dos 50 anos. Olga uma mulher na faixa dos 50 anos. Marisa viúva. Olga separada. Marisa perdeu os filhos para o mundo. Olga perdeu a filha para a morte.
Marisa é viciada em cigarros, é um modo de controle, de prazer e de liberdade. '' Eu sou dona do tempo.'' 
Olga é viciada em álcool, sempre teve medo e usou a bebida como uma fuga, um modo de esquecer e de não sentir, não sofrer.

''Sem destino ou camuflagem, ela era uno. Mesmo sabendo que se tornou uma pedra, pouco se importava e seguia o caminho do vício deliberadamente. Nos poucos, raros momentos de sobriedade, cuidava de um pequeno jardim na frente da casa que ela intitulou de ''As flores não morrem.'' ''

Marisa amava as flores. E vivia a vida de uma maneira fria. Sem sentir, sem dar prioridade para coisas que realmente importavam. Julgava a tudo e a todos e julgava muito. Era dona da própria verdade e não se importava com o querer dos outros.
Olga se tornou um peso para todos. Perdeu o marido, mais tarde perdeu a filha. Era ciente do que era e tinha uma visão triste da vida, mesmo porque ela sempre foi uma grande sofredora da própria existência.

Olga tinha uma visão da violência, dos abusos e maus tratos como algo banal, corriqueiro, normal.
Isso me cutucou, me incomodou e me despertou pena e tristeza. Por ela já ter visto, vivido e passado tanta coisa ruim que o ruim, o violento se tornou NORMAL.
E você se pergunta, quantas Olgas devem existir pelo mundo? Que sociedade é essa que combatemos tudo com violência? Que é normal abusar e oprimir pessoas? 
Mulheres que não sabem chorar, é um tapa na cara! Te incomoda, te instiga, te faz pensar e querer fazer o possível para mudar um mundo que está doente.

Olga e Marisa são vizinhas durante boa parte de suas vidas.  E se odeiam. É em uma noite sombria que tudo muda na história dessas mulheres e elas se enxergam. Enxergam  uma a outra e enxergam elas mesmas.

''A sensação de liberdade transcendia a própria fluidez, e encontraram os lábios sedentos uma da outra, suas respirações não ofegavam, estavam retidas, talvez para parar o tempo; talvez para não saberem o que era aquilo; talvez para esquecer quem eram; talvez para aprenderem a respirar.''

Uma grande lição. De quando a vida não é generosa, de quando temos que viver com aquilo que nós é dado. Liberdade, só quando ocorre a libertação das amarras, quando somos sinceros com nós mesmos, é que acontece a verdadeira vida, verdadeira felicidade e verdadeiro AMOR.

Mulheres que não sabem chorar é uma grande metáfora para se libertar, esvaziar, falar, não guardar nada e sim, se expor, se mostrar. Não montar barreiras e apontar armas para o próprio peito.

A Autora ainda aborda assuntos sempre discutidos, como o machismo. Mas não só sobre como os homens são machistas, e sim, como as mulheres também são. Como a sociedade como um grande todo, julga TODOS - o preconceito e o medo pelo diferente vêm de ambos os lados e TODOS sofrem.

''Sei que nós mulheres sofremos preconceitos, humilhações, privações e até violência. Mas caso o homem não queira perpetuar a ideologia machista, ele sofrerá igual ou mais que a mulher. Por exemplo, caso ele não se importe em não se casar aos 40, de duas uma, ou é galinha ou homossexual...''

Uma parte da obra que me marcou bastante, foi os relatos sobre a ditadura militar. O que ocorria nos sanatórios. Pessoas vivendo em condições miseráveis, pessoas nuas, comendo do chão sujo, tomando água do esgoto, sofrendo tortura, agressões, abusos, e morrendo por fim.
''As dores continuam lá, as cicatrizes ainda estão abertas.''
Sempre que leio sobre essa época negra, me choco, ainda mais por saber que o relatos são muito verdadeiros. 

''No fundo, nós somos os loucos sociais viciados na verdade absoluta. Olga foi a nossa vítima; alimentamos-nos do sangue e do amor próprio dela. Tornamos-nos vampiros sociais para defender Deus sabe o quê... armamos-nos diariamente contra a própria humanidade, contra nós mesmos.''

Ao longo do livro, cada capítulo é apresentado o nome de uma flor, e no fim da obra somos presenteados com um dicionário Victoriano das flores. Descobrimos seus significados e ficamos maravilhados como tudo se encaixa. 

O livro é muito gostoso de se ler. É lindo! É triste! Romance! Mistério quanto a alguns crimes que estão ocorrendo com mulheres nas ruas, deixando a obra com um ''quê'' investigativo.
Reflexões! Mensagens! Histórias!

Mulheres que não sabem chorar é uma grande livro, apesar das suas 161 páginas. Elas amavam, só não sabiam o que fazer com esse amor... Super indico, espero que muitos chorem junto com essas mulheres! 

''Duvidam muito das mulheres, fazem piadas e nos chamam de sexo frágil. Mas quem já experimentou a força de uma mulher ferida sabe das dimensões da sua astúcia.''

''A verdade é que todos nós criamos expectativas de um jeito ou de outro, criamos e isso é a nossa realidade paralela.''  

Paula Juliana 

sábado, 22 de outubro de 2016

[Lançamentos OUTUBRO 2016] Editora Novo Conceito - Eu fico loko 3

[Lançamentos OUTUBRO 2016] Editora Novo Conceito - Eu fico loko 3


 Lançamento: 27 de Outubro 

Christian Figueiredo é, sem sombra de dúvida, um dos maiores nomes entre os youtubers brasileiros. Com o canal Eu fico loko, ele conquistou uma legião de 6 milhões de fãs que acompanham seus vídeos sobre as situações do cotidiano de um jovem. Em seus livros Eu fico loko e Eu fico loko 2 – ambos grandes sucessos editoriais –, ele contou as histórias de sua infância e adolescência. Agora mais maduro, Christian lança uma obra que traz relatos de sua vida pós-fama: o dia a dia de gravações, o relacionamento com os fãs, as viagens, os projetos para TV, cinema e teatro... Enfim, um prato cheio para quem quer saber como é ser um dos principais influenciadores digitais do país.

Paula Juliana

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

[Para quem apostou no escuro...] DarkSide® Books - Golem e o Gênio, de Helene Wecker e Onde Cantam os Pássaros, de Evie Wyld.

[Para quem apostou no escuro...] DarkSide® Books - Golem e o Gênio, de Helene Wecker e Onde Cantam os Pássaros, de Evie Wyld.  


Ficha Técnica
Título | Golem e o Gênio
Autor | Helene Wecker
Tradutor | Cláudia Guimarães
Editora | DarkSide®
Edição | 1a
Idioma | Português
Especificações | 460 páginas, capa dura
Dimensões | 16 x 23 cm
Lançamento | Abril de 2015


Golem e o Gênio por Helene Wecker

Uma fábula eterna Realidade e magia neste aclamado livro de fantasia histórica
Os confrontos e as barreiras vividas por duas culturas tão próximas, ainda que aparentemente opostas. Em Golem e o Gênio, premiado romance fantástico que a DarkSide® Books traz ao Brasil em 2015, o leitor se transporta à Nova York da virada do século XX, em uma viagem fascinante através das culturas árabe e judaica. Seus guias serão poderosos seres mitológicos. Chava é uma golem, criatura feita de barro, trazida à vida por um estranho rabino envolvido com os estudos alquímicos da Cabala. Ahmad é um gênio, ser feito de fogo, nascido no deserto sírio, preso em uma antiga garrafa de cobre por um beduíno, séculos atrás. 

Atraídos pelo destino à parte mais pobre de uma Manhattan construída por imigrantes, Ahmad e Chava se tornam improváveis amigos e companheiros de alma, desafiando suas naturezas opostas. Até a noite em que um terrível incidente os separa. Mas uma poderosa ameaça vai reuni-los novamente, colocando em risco suas existências e obrigando-os a fazer uma escolha definitiva.

O romance de estreia de Helene Wecker reúne mitologia popular, ficção histórica e fábula mágica, entrelaçando as culturas árabe e judaica com uma narrativa inventiva e inesquecível, escrita de maneira primorosa.

Golem e o Gênio foi eleito uma das melhores fantasias históricas pelo Goodreads e ganhou o Prêmio da VCU Cabell de Melhor Romance de Estreia. Helene Wecker cresceu em Libertyville, Illinois, uma pequena cidade ao norte de Chicago. Graduou-se em Inglês pela Carleton College, em Minnesota. Trabalhou com marketing e comunicação em Minneapolis e Seattle antes de se dedicar à ficção, sua primeira paixão. Em seguida, mudou-se para Nova York, onde cursou o mestrado em Ficção na Columbia University. Vive em São Francisco com o marido e a filha. Golem e o Gênio é o eu premiado romance de estreia. Saiba mais em helenewecker.com.

“Um passeio místico e profundamente original pelas calçadas de Nova York.”
Booklist

“Wecker combina as mitologias judaica e árabe para criar um romance mágico ambientado na Nova York de 1899 [...] Conforme Chava e Ahmad se unem contra uma ameaça terrível, a vizinhança em seu bairro, em Lower Manhattan, começa a tratá-los de maneira intrigante.”
Library Journal


Onde Cantam os Pássaros por Evie Wyld


Ficha Técnica
Título | Onde Cantam os Pássaros
Autor | Evie Wild
Tradutor | Leandro Durazzo
Editora | DarkSide®
Edição | 1a
Idioma | Português
Especificações | 240 páginas, capa dura
Dimensões | 14 x 21 cm
Lançamento | Maio de 2015


Onde Cantam os Pássaros por Evie Wyld

A DarkSide® também é alta literatura. Uma verdadeira amante das letras, livreira por opção e uma das novas vozes da nova literatura por vocação. Onde Cantam os Pássaros vem conquistando prêmios literários tradicionais como o Barnes & Noble Discover Award, oferecido pela livraria aos novos autores de destaque, o britânico Jerwood Fiction Uncovered Prize e o mais importante prêmio australiano, Miles Franklin Award, resenhas encantadoras e inúmeros fãs por onde é lançado. Com tramas paralelas, passadas em épocas e hemisférios diferentes, o leitor vai montando um intrigante quebra-cabeça com o que lhe é fornecido por essa autora criativa e, ao mesmo tempo, rigorosamente precisa.

No premiado romance de Evie Wyld, a fazendeira Jake White leva uma vida simples numa ilha inglesa. Suas únicas companhias são rochedos, a chuva incessante, suas ovelhas e um cachorro, que atende pelo nome de Cão. Tendo escolhido a solidão por vontade própria, Jake precisa lidar com acontecimentos recentes que põem em dúvida o quanto ela realmente está sozinha – e o quanto estará segura. De tempos em tempos, uma de suas ovelhas aparece morta, o que pode ser muito bem obra das raposas que habitam a floresta próxima à sua fazenda. Ou de algo pior. Um menino perdido, um homem estranho, rumores sobre uma fera e fantasmas do seu próprio passado atormentam a vida de uma mulher que sonha com a redenção.

Aos poucos, vamos descobrindo mais sobre as suas habilidades em tosquiar e cuidar de ovelhas, aprendidas ainda quando jovem, em sua terra natal, na Austrália. E vamos aprendendo também o que aconteceu lá, que acabou por conduzir White à uma vida de reclusão e isolamento. E sobre as contradições e diferenças entre um passado (sempre narrado no tempo verbal presente) cheio de vida e calor, e o presente (narrado por sua vez no passado) repleto de lama, frio e um ritmo mais desacelerado, paira uma atmosfera absolutamente brutal. Com uma prosa verdadeiramente excepcional, o estilo da autora reúne tanto clareza como substância e apresenta uma personagem inesquecível, enigmática, trágica, assombrada por um passado inescapável. Uma mulher forte, ainda que tão passível de falhas, erros e equívocos como todos nós. É uma história de solidão e sobrevivência, culpa, perda e o poder do perdão. Uma escrita visceral onde sentimos a presença de tudo, os odores, o vento, o tempo. Nada passa desapercebido.

Onde Cantam os Pássaros é o segundo romance de Evie Wyld – selecionada em 2013 pela revista Granta entre os melhores jovens escritores britânicos da década – e mantém uma pequena e simpática livraria independente no bairro de Peckham, em Londres. A Review Bookshop possui um pequeno jardim, é dog friendly, realiza o Peckham Literary Festival e, claro, vende os melhores livros de grandes e pequenas editoras. Sua prosa refinada com altas doses de terror psicológico está muito bem representada na edição que a DarkSide® Books entrega a seus leitores em 2015. Ela queria se isolar de tudo e todos, mas agora está cercada pela crueldade do silêncio e a mais pura manifestação da natureza. 

O ciclo da vida é muito mais assustador quando o fim ecoa dentro de nós. Prepare-se para descobrir uma grande autora, e um livro à sua altura.evie wyld é inglesa e, como sua personagem em Onde Cantam os Pássaros, viveu parte de sua vida na Austrália. É autora do premiado After the Fire, a Still Small Voice e integrou a edição da revista Granta com os melhores jovens escritores britânicos da década. Onde Cantam os Pássaros é o seu premiado segundo romance, o primeiro lançado no Brasil. Saiba mais em eviewyld.com.


“Uma de nossas romancistas mais talentosas da nova geração.”
The Observer

“Uma história repleta de beleza, sombria e poderosamente perturbadora [...] Uma obra engenhosa, como o melhor de Nabokov.” 
William Boyd, New Statesman Books of the Year

“Marcante [...] Tão bom quanto os primeiros romances de Ian McEwan.”
The Spectator

“Suspense e melancolia [...] – uma arquitetura narrativa que poderia parecer artificial, não fosse a habilidade magistral de Wyld. Tomado de momentos surpreendentes de leveza e alegria – o humor negro da protagonista, a reverência nada sentimental da autora pelo mundo natural.”
The New Yorker

“Onde Cantam os Pássaros é um romance de beleza perturbadora.”
Boyd Tonkin, Independent Books of the Year

“A prosa mantém um clima sinistro afinado, mas o aspecto mais impressionante do romance é sua estrutura. O passado de Jake é narrado em retrospecto, em episódios perfeitamente divididos, e logo quando parece que alcançamos o trauma fundador, somos empurrados ainda mais para dentro desta história perturbadora.”
New York Times

“O estilo de Wyld parece emergir de algum lugar profundo; algum lugar um pouco angustiante e estranho. Pela primeira vez, o hype corresponde ao talento.”
Lucy Atkins, The Sunday Times


Paula Juliana

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

[Lançamentos OUTUBRO 2016] Editora Novo Conceito - Heróis da internet

[Lançamentos OUTUBRO 2016] Editora Novo Conceito - Heróis da internet


Heróis da internet
Lançamento: 03 de Outubro

Renan Carvalho, o autor de Supernova, se une ao youtuber Italo Matheus, dono de um canal que soma um milhão de seguidores, para contar uma história fantástica onde Italo é o protagonista de uma aventura que se passa dentro da internet.

O youtuber é o líder de um grupo de nerds desajeitados que, no mundo virtual, se transformam em verdadeiros heróis. A missão deles é difícil: combater um programa que saiu do controle e aprisionou praticamente todas as crianças.

Paula Juliana

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Resenha: O Que Te Move? - Protagonismo social, uma revolução silenciosa - Fernando Moraes

Resenha: O Que Te Move? - Protagonismo social, uma revolução silenciosa - Fernando Moraes
Classificação: 4/5
Editora: Novo Conceito

Sinopse: O Que Te Move? - Protagonismo social, uma revolução silenciosa - Fernando Moraes
Movimentar-se para não ficar aprisionado à zona de conforto é um dos grandes desafios nos tempos modernos. Quando a abundância impera, certamente a visão de futuro fica mais comprometida, por isso se faz necessário nos movermos para ter propósitos, sonhos e esperança de dias melhores. Saindo do estado conformista, que anula as possibilidades e nos imobiliza por causa do imediatismo, ser protagonista é mais do que ser o ator principal de tudo aquilo que envolve a nossa vida. Ser protagonista é colocar o coração no sofrimento do outro, renunciando a zona de conforto em função de quem precisa de nós.

O QUE TE MOVE?

Há uma certa magia na literatura e desta vez não estou falando do fantástico, das histórias que nos fazem sonhar e suspirar, estou falando dos livros que nos fazem pensar, que nos fazem refletir sobre a vida, sobre a existência, sobre o ser humano, e não só o SER como pessoa, mas o humano do grande todo complexo que é a humanidade, a sociedade e aquela humanidade que nos faz nós mesmos. PESSOAS!

O QUE TE INSPIRA?

Ler uma obra como essa, que já nos questiona no próprio título pode muito bem tirar as pessoas de sua zona de conforto, pode fazer muitos narizes torcerem, muitas pessoas evitarem o livro, pode também em uma noite durante uma semana cansativa nos fazer pensar sobre algo mais do que aquele trabalho estressante, aquele problema que está martelando em sua cabeça, ou os fazeres do dia seguinte, mas afinal, nessa rotina, nessa vida, O QUE TE MOVE?

O QUE TE SURPREENDE?

O que te faz sair da cama todos os dias? O que te faz feliz? Quais são suas morais? Quais são seus pensamentos? O quão complexo pode ser uma pessoa? 

O QUE TE AGITA?

Fernando Morais constrói de uma forma bem dinâmica, com textos curtos e diretos uma obra que nos faz pensar e questionar nós mesmos, nossa sociedade, os valores que aprendemos desde crianças, o diferente, o étnico, fala de liberdade, de expressão, do protagonizar nossa vida, de fazer a diferença, fala sobre o bom, sobre o que consideramos, bom, certo, errado, conta relatos, usa de pensadores, de histórias, da VIDA, usa o que deveríamos usar todos os dias e que por vezes acabamos deixando passar em branco.    

O QUE TE FAZ ACREDITAR?

O que eu acredito? O que eu sou? O que me move? Há um ano atrás todas as minhas respostas para esse livro e seus questionamentos seriam bem diferentes, em um curto espaço de tempo me vi transformando de várias formas e opiniões, me vi como uma pessoa sempre mutável, que vai sempre mudar e aprender. Hoje o que me move é simplesmente o ato de VIVER, principalmente o simples, o natural, tudo aquilo que sei que vai passar muito rápido e que simplesmente não volta.  

O QUE TE IMPACTA?

Assim como o autor gosto de temas, gosto de ver a essência das coisas. Gosto do ato de pensar, o ato de ter personalidade e ideais que me fazem a pessoa que sou hoje, também acho que cada um deve procurar sempre ser o protagonista de sua vida, buscar seus potencias, fazer o que te liberta, mesmo que dentro desse mundo até essa chamada liberdade seja pressa e moldada. 

O Que Te Move? - Protagonismo social, uma revolução silenciosa de Fernando Moraes é uma obra muito interessante, acredito que não é para qualquer um, a pessoa tem que simplesmente estar aberta para ler esse tipo de obra, e mais aberta ainda para se deixar envolver e refletir sobre ela, assim como tudo na vida, cada palavra, cada pensamento, cada minuto nos transforma e nos faz diferentes.

E você...
O QUE TE LIBERTA?

Paula Juliana

Resenha: Pipocando - Rolandinho e Bruno Bock

Resenha: Pipocando - Rolandinho e Bruno Bock
Classificação: 4/5
Editora: Novas Páginas

Sinopse: Pipocando - Rolandinho e Bruno Bock
Rolandinho e Bruno Bock compartilham, por meio do relato de suas histórias, os tropeços e acertos que levaram o Pipocando a alcançar marcas incríveis – 140 milhões de visualizações e mais de 1,7 milhão de inscritos, transformando-o no maior canal de cinema da América Latina – desde a criação dos primeiros projetos fracassados até o desafio de gerenciar e motivar uma equipe competente.
Recheado de segredos, experiências e histórias hilárias, este livro pretende mostrar que o sucesso vem, na maioria das vezes, para quem tem coragem e disposição de sobra – claro, se você tiver café, também ajuda.

''Os filmes juntam as pessoas.''

A internet é um grande mundo, um universo imenso que vem crescendo cada vez mais a cada instante, a cada segundo milhões de canais, blogues e veículos de comunicações nascem, crescem e se desenvolvem do nada, é muito, mais muito difícil se destacar entre tantos, nós blogueiros sabemos muito bem disso, que esse destaque, esse diferencial é muito importante e muito difícil.

Estando nesse mundo indicando e recebendo indicações constantes de livros, filmes, séries, vivendo esse universo de opiniões e comentários, de indicar, aceitar e dar pitaco na vida dos outros, falando o que acha, o que sente, o que gosta é comum gostar e se identificar com livros como esse lançado pela Editora Novo Conceito, Pipocando de Rolandinho e Bruno Bock, veio para contar a história desse famoso e merecedor canal do Youtube.

''Há muito, muito tempo, em uma galáxia não tão distante, dois jovens rebeldes tiveram a ideia de criar um canal diferente no vasto império do YouTube. Em meio ás trevas propagadas pela Estrela da Mesmice, surgiu o Pipocando, um programa que fala sobre cinema de um jeito totalmente pirado, com muitas referencias á cultura pop e assuntos secretos protegidos pelo império...''

Gente, não tem como negar que os meninos são muito criativos e muito engraçados, não vi ainda todos os vídeos do canal, vi alguns com temas que me interessavam, acredito que a graça do Youtube é muito essa, é ter essa escolha, gostar e acompanhar vários canais, se mantendo atualizado e curtindo, vendo coisas gostosas sobre temas interessantes que fazem nossa cabeça.

Sou uma apaixonada por filme, por cinema, por séries, não muito por games, mas acompanho também - tenho um irmão meu povo, então acabamos sim conhecendo e entendendo muita coisa. Adorei a histórias, assim como também gosto muito do canal desses dois, o livo é uma delicia criativa, que indico para os fãs dessa cultura, que assim como eu vão se perder por entre essas páginas.

O livro mostra que não é fácil fazer vídeos, que montar um canal, escolher temas, cuidar de edição, cenário, iluminação, não é para qualquer um, comecei a admirar muito essa turma que vive isso diariamente. 
Não só é criativo como a edição de Pipocando é linda e toda ilustrada. Não deixem de conhecer o inusitado Manuel de Sobrevivência do YouTuber!!! Além de se divertir, garanto que essa obra é uma grande fonte de dicas e aprendizado. 

Paula Juliana

[Para quem apostou no escuro...] ​A DarkSide virou música do Sepultura - O Sepultura e a DarkSide® Books se juntaram para fazer barulho!

[Para quem apostou no escuro...] ​A DarkSide virou música do Sepultura - O Sepultura e a DarkSide® Books se juntaram para fazer barulho! 


​A DarkSide virou música do Sepultura. 

Vamos fazer barulho. Ganhar o mundo no grito. Espantar os demônios. Acordar os vizinhos. Vamos escancarar o volume, pisar no pedal, arrebentar as cordas e quebrar as baquetas. Vamos balançar a cabeça, mergulhar do palco, dar socos no ar. Vamos deixar a nossa marca. Só faz barulho quem está vivo.
Preparem os tímpanos e o coração. O Sepultura e a DarkSide® Books se juntaram para fazer barulho! A maior banda do Brasil – e das mais importantes em todo o mundo – acaba de gravar uma pancadaria old school capaz de reanimar os mortos, como só eles sabem fazer. 

A composição foi totalmente inspirada no lado mais sombrio da literatura, que a editora de livros como Sexta-feira 13, Tubarão, Ciclo das Trevas e Trilogia dos Espinhos representa tão bem. O título não podia ser outro: DarkSide. 

Não é a primeira vez que Andreas Kisser e a DarkSide Books unem forças. O guitarrista escreveu o prefácio da biografia Black Sabbath, Destruição Desencadeada, lançada em 2013. 

O lançamento mundial de DarkSide tem que acontecer na única rádio que compartilha a atitude rock’n’roll da banda e da editora: 89 FM, a Rádio Rock. 
Vamos fazer barulho para o mundo inteiro ouvir.


Estréia dia 26/04 as 19h na 89fm, 
e às 20h download grátis no site da editora!


Paula Juliana