sábado, 9 de dezembro de 2017

Resenha: Almanaque do Pensamento 2018 - Vários Autores

Resenha: Almanaque do Pensamento 2018 - Vários Autores
Classificação: 5/5
Editora: Pensamento
Skoob

Sinopse: Almanaque do Pensamento 2018 - Vários Autores 
Publicado há 106 anos sem interrupção, com o mais completo horóscopo para o seu dia a dia... e muito mais!
Horóscopo para o Brasil em 2018; 
Guia astral;
Previsões astrológicas;
Astrologia da personalidade;
Os signos e a saúde; 
Horóscopo Chines;
Descubra o seu ascendente;
Como os signos reagem diante de uma crise; 
Os signos e os presentes;
Tudo que voce precisa saber sobre a lua em 2018;
Os signos e o casamento;
Entenda o comportamento do seu chefe com a ajuda da astrologia.  

Há toda uma magia em volta da astrologia, uma aura mística, e que pode dizer muito sobre você. Sempre fui uma curiosa, sobre bem... absolutamente tudo, acho muito divertido ser uma pessoa digamos que crente como dizem alguns, mas os astros, a astrologia em si é minha grande queridinha, para uma pessoa de rituais, nada mais normal dentro de certa excentricidade que procurar um almanaque para ''se preparar'' para o próximo ano, já que esse loucamente, apesar de parecer que começou ontem, já está terminando.

O Almanaque Pensamento é uma coisinha linda! Um prato saboroso para quem ama mitologias, signos, planetas. Começa nos dando uma noção do que será 2018 regido por JÚPITER, saímos de 2017 que foi regido por Saturno que explica muito as manifestações e o envolvimento político-social que tivemos no Brasil e no mundo. Júpiter para quem não sabe e o planeta que rege SAGITÁRIO, o signo mais justiceiro do zodíaco - e o meuuu!!!! É um planeta expansivo, mutável, dinâmico, 2018 esta com cara que vai chegar chegando e não vai ser um período calmo e tranquilo, porém, promete ser direto, objetivo e acima de tudo justo!

O Almanaque é muito interessante, e mega completo, vai desde a explicação da personalidade dos signos, a uma noção do que pode vir a acontecer durante o ano todo para cada um em cada período, dá uma pincelada no horóscopo chinês, fala dos ascendentes, como descobrir o ascendente em cada casa para cada signo, saúde, casamento, chefes, presentes, e por ai vai, é diversão garantida para todos os curiosos como eu.

Gostei muito da parte inicial que a obra nos apresenta a questão mitológica, fazendo um paralelo entre Zeus, Júpiter e o centauro de sagitário. E a questão da leitura de personalidade dos signos, casas e planetas, que realmente me fascina.  

Almanaque do Pensamento 2018 é um apanhado de temas e questões sobre os signos e os planetas, com inúmeras previsões no campo pessoal e brasileiro. Vale a leitura, é objetivo, fácil e completo. Recomendadíssimo! Já aproveito essa resenha para agradecer, tudo que aconteceu na minha vida em 2017, que foi um ano bastante agitado, com muitas conquistas, no blog, foi o primeiro ano que consegui viajar para ir a uma bienal do Rio e foi uma experiência indescritível em todos os sentidos. No meio de tanta agitação e movimento, não consegui ter a mesma velocidade com meus livros e resenhas como tive em 2016 que foi mega produtivo nesse quesito, mas termino o ano me sentindo muito feliz, e satisfeita, com a certeza de que dei o meu melhor em todas as áreas da minha vida, segui com meus projetos, tive muito sucesso e só espero que 2018 seja ainda melhor para mim e todos nós! Muita luz e que os astros estejam a favor de todos!

Paula Juliana

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Lançamentos Grupo Editorial Pensamento - Novembro/Dezembro - A garota alemã - Armando Lucas Correa

Lançamentos Grupo Editorial Pensamento - Novembro/Dezembro - A garota alemã - Armando Lucas Correa


#Editora: Jangada

Baseado numa história real, A Garota Alemã é um romance magistral.


A bordo do famoso transatlântico St. Louis, uma garota de 11 anos e 936 refugiados judeus fogem da Alemanha Nazista. Berlim, 1939. Hannah Rosenthal, de 11 anos, tinha uma vida de contos de fadas. Ela passava as tardes no parque com seu melhor amigo, Leo Martin. Mas, agora, as ruas estão cheias de nazistas. 

Eles vislumbram uma esperança para sair desse inferno: o St. Louis, um transatlântico que pode propiciar aos judeus uma travessia segura para Cuba. Mas logo as circunstâncias da guerra mudam e o navio que era sua salvação agora parece ser a sua sentença de morte. Nova York, 2014. 

Anna Rosen, ao fazer 12 anos, recebe um envelope misterioso de Hannah, uma tia-avó que criou o pai falecido. O conteúdo do envelope inspira Anna e a mãe a viajarem a Cuba para conhecer Hannah e descobrir a verdade sobre o trágico passado da família.


Literatura Estrangeira / Romance
Ano: 2017 / Páginas: 408
Skoob

Paula Juliana

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Resenha: Herdeiro Da Névoa - Raquel Pagno

Resenha: Herdeiro Da Névoa - Raquel Pagno
Classificação: 5/5

Sinopse - Herdeiro Da Névoa - Raquel Pagno
Inácio Vaz mal podia acreditar no sonho que se realizava. Acabara de chegar à Paris com algumas moedas no bolso e a grande vontade de se tornar advogado. Depois de ser surpreendido pela beleza de Chloé Champoudry, enquanto esperava pela entrevista que lhe garantiria a bolsa de estudos na Sorbonne, e encantado pela garota dos cabelos de fogo, trocara equivocadamente Direito por Artes, para poder estar em sua companhia. Desesperado por ter abdicado do sonho, Inácio descobre que seu nome não consta em nenhuma das listas de matrículas. Disposto a esclarecer o mal entendido, não percebe que seus documentos foram trocados. O rosto na foto é seu, mas o nome, de outro. Stephen, seu colega de quarto, tenta convencê-lo a assumir a nova identidade. Os documentos pertencem ao herdeiro da dinastia Roux, um milionário desaparecido sem deixar rastros. Preso em um leque de mentiras e suspense, Inácio trava uma luta com sua própria consciência, enquanto apaixonado, procura pela garota que lhe roubara o coração.

''Por quem você venderia sua alma? (...)
Jamais pensei que a escolha fosse feita para salvar a vida de um inimigo...''

Pessoas podem ser facilmente seduzidas, seja por promessas de dinheiro, prazeres, amores, aquilo que você não pode ter e quer! Mas até que preço somos capazes de pagar? Até onde você iria em busca de algo que deseja com todas as suas forças? Essas são umas das muitas perguntas e dilemas que o maravilhoso livro Herdeiro Da Névoa da autora Raquel Pagno desperta em nós leitores.   

''Desde o momento que vi Chloé pela primeira vez, essas coisas perderam toda a importância para mim. Todos os meus objetivos se transformaram em apenas um: decifrar aquela mulher misteriosa, que me arrastava rua afora, como se o resto do mundo tivesse deixado de existir.''

A obra conta a história de Inácio Vaz que vai a Paris em busca de um grande sonho. Ele quer ser advogado, cursar Direito em uma das melhores universidades, vindo de uma vida humilde, pobre mesmo, Inácio busca a tão sonhada bolsa de estudos. Quando chega a hora da entrevista o protagonista se vê encantado por uma misteriosa mulher com cabelos cor de fogo e olhos cinzentos! Acaba trocando seu curso de Direito por Artes, pois era isso que estava na ficha da moça.

Mas tarde, o rapaz desolado e pensando em como perdeu a sua oportunidade, pensando o que vai fazer, o que vai falar para seu pobre pai acaba encontrando a tal mulher. Essa é Chloé. Eles vivem uma noite de paixão. No dia seguinte a mulher sumiu. 
Inácio vai para a faculdade e descobre que seus documentos foram trocados. Vê o nome e a foto. A foto é sua, mas o nome de outro. Descobre que o nome em sua nova identidade é Françõis Roux, esse é Herdeiro da Dinastia Roux. Aconselhado por seu companheiro de quarto e amigo Stephen, Inácio assumi a identidade de Françõis.

E é a partir daí que todo mistério, suspense e mentiras começam.   

'' E a partir de então, eu já não era mais eu, Inácio Vaz, e me tornei parte dela. Uma unidade de duas pessoas, uma única alma.''

Do começo a determinado ponto da história, eu vi Inácio definhar, ele passa de um rapaz que chega a Paris cheio de sonhos e esperanças e entra em uma louca busca e até obsessão por Chloé. Do rapaz bonito e saudável para o sempre alerta, doente e magro Françõis.

Ele se encantou com a mulher de uma forma que fiquei muito admirada. E ao mesmo tempo que ela aparecia na história, a presença dela era sempre rápida e somente Inácio a encontrava. Poucas palavras e muita paixão. Cheguei a pensar que ela era morta ou Inácio louco. 
A história tem um véu sobrenatural, obscuro, um clima de mistério e aquele suspense no ar. Em alguns momentos a escrita da autora me lembrou muito a de Anne Rice e do Autor Carlos Ruiz Zafón. 
A obra é uma mistura de mistério, mentiras, suspense, consciência, paixão e Amor. O livro é incrível. 
Te conquista pela curiosidade. O que Chloé é? Ou quem é? Inácio é maluco ou só um apaixonado? Em quem podemos confiar? Quem é o verdadeiro homem da identidade? Onde ele está?
Esse é um livro muito difícil de resenhar, pois o genial dele é você ir descobrindo tudo aos poucos e tendo aquela surpresa. Aquele aperto no coração de ''Não pode ser isso?'' ou '' Não Acredito!!!''.

Alguns personagens me surpreenderam no sentido bom e ruim. Cheguei a um ponto que não sabia em quem confiar ou se não podia acreditar e confiar em ninguém. 

Inicialmente quando vi a sinopse do livro pensei que seria mais um romance bonitinho que iria ler, - gosto muito também! - Mas não! Me surpreendi a cada página. A história vai muito mais a fundo do que um simples romance. No começo é até um pouco confuso, você quer entender tudo que está acontecendo, mas assim como o protagonista vai se surpreendendo ao longo da narrativa! As palavras chaves são Surpresa e também Fascinação.

Verdades Incontestáveis sobre Herdeiro da Névoa:

1 - Cuidado com seus documentos e desconfie se aparecer outra pessoa muito parecida com você!        
2 - Mulheres Ruivas são perigosas - Me incluo nessa!
3 - Não entre no meio da Floresta sozinho!
4 - Não siga ninguém ou seja muito, muito cuidadoso!
5 - Gatos! Cuidado com eles!
6 - As aparências enganam e tome muito cuidado com a sua alma! Se o corpo é precioso, a alma é ainda mais!

'' Lábios que deixavam transparecer os sentimentos que trazia dentro do coração, dentro da sua alma feminina e frágil.''

Super indico esse livro! Um livro gostoso, fluído, rápido de ler, mas com muita história, muito enredo, muitos personagens boas e bem construidos! E é Claro! Muitas Surpresas! Muitos caminhos que levam a um fim de tirar o fôlego e uma história muito bem fechada e amarrada.
Mistérios, suspense, ação, paixões e amores. Em um jogo de consciência em que a linha entre  viver e morrer se entrelaçam. Afinal... ''Por quem você venderia sua alma?''

'' E se eu lhe garantir que estive com ela recentemente? E se eu lhe disser que ela me levou até a sua casa, ou seja, a nossa casa, e que tudo estava perfeito, como se o tempo não tivesse passado, tudo como era antes?''

Paula Juliana

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Resenha: Vítimas do Silêncio - Janethe Fontes

Resenha: Vítimas do Silêncio - Janethe Fontes
Classificação: 5/5 Favorito  

Sinopse - Vítimas do Silêncio - Janethe Fontes
Violentada sexualmente, ela preferiu manter o silêncio. Porém, o preço do seu silêncio pode ter-lhe custado alto demais...
... Um caso de abuso sexual ...
... Uma tentativa de fuga ...
... Um novo crime e ameaças ...
... O reencontro com o inimigo ...
Uma garota é vítima de estupro e tenta reconstruir sua vida. Mas, quando finalmente acredita ter encontrado o caminho da felicidade e esquecido aquela noite fatídica, um novo episódio a faz despertar para a apavorante certeza de que é absolutamente impossível fugir do passado... E só existe uma alternativa para que a paz retorne ao seu coração e se faça prevalecer a justiça: confrontar seu pior e mais temível inimigo.
Com uma narrativa surpreendente, a autora mantém o suspense até o fim, fazendo com que o leitor tenha de prender o fôlego para acompanhar essa aventura que traz, a cada capítulo, novas revelações e emoções de um passado que já parecia esquecido.
"Vítimas do Silêncio combina ingredientes como Romance, Aventura, Suspense, Sedução e Mistério em um livro que vai prendê-lo do começo ao fim, tendo como pano de fundo a questão do abuso sexual."

'' - Penso que só a justiça pode fazer com que as pessoas paguem por seus atos - tornou ela, com cuidado para não deixar transparecer qualquer melancolia em seu tom de voz.''

Nossa! O que falar dessa Obra?! Forte, comovente, além de levantar uma grande bandeira, é um livro que inspira e instiga o leitor. Vítimas do Silêncio da super autora nacional Janethe Fontes, é um livro que todos devem ler. Não só por tratar de um assunto forte que deve ser, sim! Pensado, debatido e comentado. É um livro que traz um forte apelo não só de justiça, mas também de como o amor é uma fonte de força e superação.

Quando terminei a obra fiquei pensativa e parei para refletir sobre tudo que li e aprendi acima de tudo. Muito do que foi dito e mostrado na obra foi uma novidade para mim. Algumas coisas espero comentar e dividir com vocês nessa resenha. 

'' E o pânico tomou seu coração, por isso, transformou por completo sua maneira de vestir. Não vestia minissaia, short ou qualquer outra peça mais ousada. Isso tudo porque, no fundo do seu coração, temia que fosse culpada do que estava acontecendo. Contudo, fechar a porta do quarto, se vestir com compostura e evitá-lo não foram suficientes para impedir que...''

Margarida nossa grande protagonista, sofreu violência sexual em casa, ela já tinha percebido olhares de desejo do padrasto e insinuações da parte do mesmo, mas acabou deixando de lado, achando que estava vendo coisas onde não tinha, até que em uma noite que mudou sua vida. Guida, foi estuprada pelo desgraçado.
Por medo, vergonha, ou por simplesmente não conseguir falar ela preferiu sair de sua casa e ir morar em Gramado com seus tios e primos.
Guida abraçou o silêncio!
E fez de sua missão juntar seus caquinhos e tentar tocar sua vida deixando sua mãe, irmã menor e seu padrasto para trás.

Como a vida é uma caixinha de surpresa o passado volta a bater na porta da moça e novamente ela tem em mãos a decisão de contar o que lhe aconteceu ou guardar para si, fugir novamente de tudo!

Eu optei nessa resenha contar somente essa parte da história, mas simplesmente queria abrir muito mais para vocês. Guida é uma protagonista muito forte e determinada. Ela usou sua força para refazer sua vida em diversas partes das história e o passado em muitas vezes voltou para assombra-la.

'' Ali, independentemente de ganhar ou perder, todos se sentiam vitoriosos, pois o simples fato de estarem vivos, de terem sobrevivido (...), já era mais que vitória.''

Em algumas partes do livro podemos até julgar seu comportamento. E vem aquele pensamento. Se ela tivesse contado naquela hora, não teria evitado determinado fato? Se ela tivesse denunciado, a história teria tomado um rumo diferente? Não teria sido mais fácil para ela abrir seu abuso para a família em vez de fugir e se esconder dentro de si mesma? 
É uma grande teia de SE, se ela tivesse feito isso, SE aquilo.
E da mesma forma que o leitor se questiona, também entende o lado da vítima. Sabe como foi díficil, como ela sofreu, como no lugar que ela deveria encontrar a segurança de seu lar, ela encontrou seu próprio inferno!
Uma vez li em algum lugar que um determinado fato, tragédia, ação não acontece de forma isolada, eles são um grande conjunto de pequenos acontecimentos, uma soma das nossas ações que levam uma grande coisa a acontecer.
Mas nada no mundo faz com que culpa seja da vítima. O único culpado é o agressor, foi ele que usou de força e brutalidade para se impor e abusar de uma pessoa que não queria cometer o ato.

E além da violência física, vem uma violência tão horrível quanto e brutal que é a violência psicológica. A chantagem, a forma que o agressor usa da vítima e impõem seu silêncio. ''Não! Você não vai contar para ninguém!'' Ou ''Eu mato sua mãe e você, se contar.'' Ações desse tipo que deixam marcas permanentes em uma pessoa. Depois que a vítima consegue refazer sua vida, se conseguir, são lembranças e dores que não passam. Como curar feridas assim? Como confiar novamente? São pontos que estão na nossa narrativa. Do mesmo jeito que a autora mostra a feiura que vem com a violência, ela faz paralelo com a força que a bondade, a amizade e o amor trazem para a vida de uma pessoa e como isso pode fazer toda a diferença.

'' ... o juiz examinava também, o comportamento da vítima ao aplicar a pena ao acusado. Além disso, é provável que o advogado use de argumentos baixos para tentar provar que a vítima possa ter, de alguma forma, cooperado ou provocado tal conduta.'' 

Muitas coisas na obra me deixaram muito revoltada. Primeiro o modo que o padrasto se comportava, cínico, doentio, nojento. Depois a forma que as leis são. Como por Deus, o juiz tem que analisar a conduta da vítima. Quer dizer que ela pode ter se insinuado, contribuído e induzido o agressor a ter cometido o ato de violência?! Então ele é menos culpado?! Coitado não conseguiu resistir! Claro! A culpa é toda da vítima, que foi violentada! São coisas que deixam a gente puta da vida mesmo. Revoltada e com nojo! E é nessas horas que pensamos que está na hora do mundo acordar e mudar em muitos aspectos. Corro o risco de ser tachada de radical ou algo do tipo, mas se as penas para o crime de estupro fossem mais pesada, mais radicais - falando aqui de pena de morte e prisão perpetua - esse tipo de violência não seria uma realidade e sim um exceção. Minha opinião aqui! Ok!     

'' Ah, pela amor de Deus, pare de sentir dó de si mesmo! Você acha que é só você que tem problemas?'' 

''... quando você conseguir enfrentar a si mesmo - continuou Margarida -, conseguirá superar seu problema.''

'' Ele é um anjo. Um verdadeiro anjo!''

'' - Pois eu acho que a Cinderela não chegava a seus pés.
Margarida sorriu novamente, depois o beijou com paixão.''

Esse livro também me trouxe sorrisos e muitas alegrias. Me apaixonei por um personagem em especial. Não posso abrir muito quem ele é. Seu nome é Will, ele é um homem fofo, gentil, inteligente, forte e maravilhoso! Lembrem desse nome meninas!! 

A autora tem uma escrita maravilhosa, fluida e viciante, é o segundo livro que leio dela, e como o primeiro eu ''comi'' a obra em uma noite! Então meu conselho é: Se você vai ler um livro da Janhete Fontes, pegue ele numa sexta, num final de semana, ou num feriado, como eu fiz! Porque é impossível largar a leitura antes do fim. 
A autora ainda aborda temas como a deficiência, as universidades e leis Brasileiras, e entre casos paralelos sobre trafico de drogas, crimes passionais, e abuso sexual trança um emaranhado de história que no fim são totalmente fechadas e amarradas com o grande enredo!    

''Depois, ele a conduziu de volta ao sofá e aninhou-a em seu colo, como uma criança, até que o choro e os soluços transformaram-se em gemidos e posteriormente em silêncio.'' 

É um livro incrível! Eu recomendo Vítimas do Silêncio para todos que gostam de uma boa literatura! Não é um livro pesado, apesar do tema forte, a autora soube dosar bem, isso quer dizer que aqui você não vai encontrar descrições horrendas de violência. Vai encontrar uma forma sutil, sensível e forte de falar sobre um assunto que tem que ser abordado e discutido!
Não esquecendo do poder da família, do carinho, da confiança, da justiça e do amor!

''... Esse é apenas um ''grito de alerta'' para quebrar o ''silêncio'' que paira sobre mulheres no mundo todo, que por medo ou vergonha são '' vítimas do próprio silêncio''. 

Bônus:

 
Paula Juliana

domingo, 3 de dezembro de 2017

Resenha: Fortaleza Negra - Trilogia Fortaleza Negra - Livro 01 - Kel Costa

Resenha: Fortaleza Negra - Trilogia Fortaleza Negra - Livro 01 - Kel Costa
Classificação: 5/5 ♥ Favorito - INCRÍVEL 

Sinopse - Fortaleza Negra - Trilogia Fortaleza Negra - Livro 01 - Kel Costa
De uma inóspita região da antiga União Soviética, vampiros, até então considerados criaturas lendárias, surgem inesperadamente e põem fim à Guerra Fria em 1985. Usando seu poder mental extraordinário e sua força sobre-humana, os Mestres da Realeza Vampírica exigem a rendição dos líderes mundiais e se autoproclamam senhores absolutos do planeta. 
Anos depois, vivendo num mundo de relativa paz entre humanos e vampiros, Aleksandra Baker, uma garota de 17 anos, se ressente por não ter a mesma liberdade que os jovens do passado. Agora, além de viver sob o jugo dos vampiros, Sasha, como é chamada por todos, está apavorada com uma nova ameaça, a invasão de predadores letais: os mitológicos! 
Em 2013, diante dos terríveis ataques de centauros e minotauros, a família Baker não vê outra saída a não ser se mudar para a Rússia e morar entre os muros do único lugar onde é possível viver livre dos seus ataques: a impenetrável Fortaleza Negra, reduto da Realeza Vampírica. Mas a ideia de se mudar para a Fortaleza não agrada Sasha. Ela não gosta de vampiros e para o seu desespero, Helena, sua melhor amiga, vai ficar para trás, correndo perigo constante. O que a adolescente ruiva não esperava era que os Mestres da Realeza Vampírica fossem tão fascinantes. Principalmente Mestre Mikhail, que parece ter uma implicância gratuita com a garota e sempre a deixa nervosa com seu jeito arrogante e autoritário. Dividida entre viver uma vida trivial ao lado dos novos colegas de escola ou se envolver num mundo cheio de segredos, jogos de poder, sedução e protocolos da Realeza, Sasha ainda precisará encontrar uma forma de levar Helena para a Rússia e se manter a salvo dos mitológicos que rondam a Fortaleza. 

Simplesmente me encontro naquele total estado de êxtase pós leitura! Minha mente grita: QUE LIVRO FOI ESSE!!!! Eu acho que encontrei minha obra preferida, das preferidas desse ano! Não! Eu tenho certeza! Não só devorei esse livro grosso, de 400 páginas em 48 horas, mas sim, vivi intensamente essa história. E adivinhem?! Entrei em estado de negação, não acredito que terminou! Não! É miragem! Porque eu preciso de uma continuação, não posso viver sem saber como vai continuar essa história!

Sim! Essas são palavras de uma leitora surtada e VICIADA! Do que estou falando? Do livro Fortaleza Negra, da autora Kel Costa, a pessoa que mais amo nesse momento, pois essa mulher tem ouro nas mãos! Quem já ouviu falar desse título e não sabe se deve ler essa obra!?! Eu afirmo! LEIA! Jesus, preciso gritar aos quatro cantos do mundo como esse livro é BOM
Bom, é uma palavra modesta, é muito FODA! É VICIANTE! É envolvente! É gostoso! É MARAVILHOSO! É minha nova paixão!!!! Um caso de amor eterno aqui, sei disso! 

Sou sim, fã de romances sobrenaturais, quem acompanha o blog, sabe que eu volta e meia dou umas piradas por livros do gênero aqui! E esse minha gente, é muito ESPECIAL!

Vou parar de surtar e contar um pouco do enredo para vocês! 

Forteza Negra, é um romance sobrenatural, que nos apresenta, uma mitologia ORIGINAL e muito, muito inteligente! 

Aleksandra, é uma garota de 17 anos. Mora com seus pais, em uma pequena cidade dos Estados Unidos, ela ama seu pai, que parece seu grande xodó, ama sua mãe que é doida, bipolar e a Mulher da casa - se é que me entendem! E ama seu irmão Victor, mesmo que não vá admitir isso, ao qual chama carinhosamente de Adotado! Sim, porque eles não podem ter nascido dos mesmos pais! Quem tem irmão mais novo, vai se identificar! Tipo, EU! (Risos!)

Ela conhece sua melhor amiga de toda a vida, desde os cinco anos. Helena. É é por Helena, que Sasha, esse é o apelido da nossa mocinha, se desespera quando seus pais a comunicam que vão se mudar para a Rússia, por motivos de segurança.

Até aí parece uma história comum. Certo? Mas não é! Não é, pois o mundo que Sasha vive não é um mundo comum. Não é o nosso mundo normal e calmo! Os motivos de segurança que mencionei, não são assaltos, ou algo do tipo!

Ataques de minotauros. Cidades sendo dizimadas. Pessoas sendo mortas dentro de suas casas, escolas, trabalhos! MINOTAUROS! Sim! E esses minotauros são controlados por Centauros, são seus exércitos! E nós? Somos seus alimentos! Eles tem sede de carne! De sangue! De matar!
Esses são nossos vilões. São os Mitológicos!

E os humanos não são páreos para combater esses seres. Só quem consegue acabar com esses monstros que estão matando toda a humanidade... são os Vampiros!

A MITOLOGIA: Na nossa obra vivemos em um mundo, onde vampiros não são seres fantásticos! Eles existem e vivem entre nós! Foram os vampiros a se mostrarem para o mundo e que controlaram e acabaram com guerras, batalhas... Os vampiros bem possamos disser, salvaram nosso mundo. Não sabemos bem como eles surgiram, mas sabemos que entre todos os vampiros que convivem por aí entre as pessoas, existe uma certa Realeza, que são cinco Mestres, que são também os primeiros vamps, os originais. Esses vivem na Rússia, numa grande e sombria... Fortaleza Negra!

E é para lá que após ver um ataque de minotauros, que a família de Sasha irá se mudar! Motivo? O Pai da mocinha é muito valioso para nossos Mestres, pois ele pode desenvolver uma certa ''coisa'' que pode ajudar a exterminar aquelas pragas, os Mitológicos do mundo!
O que é? Vocês irão ter que ler!    

Claro, que Sasha não queria deixar sua amiga, Helena, para ser morta pelos terríveis Minotauros! Mas ela se muda! E Helena Fica!

Chegando na Fortaleza... Sasha conhece os Cinco sombrios, intocáveis e misteriosos Mestres
E é claro! Que ela se encantou por um deles! Esse é o nosso Mikhail!

Vou parar de contar por aqui! 
Não pensem que é só mais um romance sobrenatural! Fortaleza Negra, é mesmo especial como eu disse anteriormente! Nada de mocinha bobinha! Nada de mocinho romântico! Mikhail é bem peculiar! Nada de personagens cheios de culpas e de desculpas!

Esse livro é direto! A história ganha uma riqueza de detalhes, de mitologias, de desenvolvimento que é incrível!  Tem muito história contida nessas páginas! E é apaixonante!
Sasha é teimosa! É destemida! É petulante! Ela é original, com seu cabelo laranja avermelhado, ela não liga para que os outros pensam, ela é cheia de atitude, é ousada, é espontânea! Não é aquela mocinha que nos irrita! Ela bota pra quebrar mesmo!


Mikhail, não é um simples vampiro, ele é um Mestre! É um dos cinco! Gente! Ele é muito fodão! Completamente apaixonada! Eu em inúmeras vezes quis muito bater nele, ele é imponente, tem presença, tem autoridade, não é um mocinho romântico, que fica expressando seu amor, ele muitas vezes é até meio seco e grosso, mas ele é direto!É protetor! Não se faz! Ele mostra de inúmeras maneiras como Sasha se transforma em uma pessoa importante, como ela se destacou, mexeu com seu mundo, mas não é meloso, não é nem um perfeito cavalheiro! Esse mestre é quente! Mulherada de plantão! Marquem esse nome! Ele vai fazer muita gente suspirar! Não posso deixar de ressaltar como ele mexeu comigo! Um mocinho marcante, um personagem incrível! 
E graças a alguns capítulos narrados por Mikhail - pois o livro é narrado basicamente por nossa Sasha, somos capazes de entender esse ser, que nasceu Antes de Cristo! Que já viveu muito! E ainda é capaz de se surpreender com a Humanidade! 

Entre os personagens secundários, muitos se destacam para mim. Lara e Kurt, amigos que Sasha faz logo ao chegar a Fortaleza! O pai e o irmão de Sasha, que não pude deixar de ama-los também e me fizeram rir bastante! 
E Klaus! Tenho que falar de Klaus! Ele é o mestre mais forte dos cinco! É o grande líder, por ser o primogênito e ter herdado maior poder! É um personagem muito intrigante! Ele tem um jeito frio e até totalmente desumano, parece que algo se quebrou nele, em algum momento desses seus mais de 2.000 anos, e não sei se ele é um personagem que vai cair nas graças de muitas pessoas, mas na minha ele caiu! Eu meio que amo ele também, e acredito que nos próximos livros ele ainda vai se destacar muito e mostrar muito mais do que aparenta! Espero grandes coisas desse personagem!

As cenas de ação desse livros são ÓTIMAS! Eu gosto mesmo, de uma boa batalha, adoro ler boas descrições de brigas, acontecimentos, momentos caóticos, ou simplesmente aquela mexidinha na história! E Fortaleza Negra tem muito disso! Ela é uma narrativa que sempre está em movimento! Não é a toa que li horas seguidas, eu não conseguia desgrudar! Era impossível!

Vai ser um tanto difícil descrever tudo que senti lendo esse livro! Mas vou tentar! Eu me admirei pela história, achei genial, como a autora misturou fatos históricos mundiais e nacionais no meio da mitologia, achei muito inteligente o modo que a historia foi conduzida! Suspirei, sorri, ri muito com os pensamentos e sentimentos da Sasha, suspirei, fiquei intrigada, fiquei curiosa, dei pulinhos no sofá em alguma cenas, fiquei muito tensa em outras. Senti uma alegria, uma emoção, um aperto no coração, em alguns pontos da história, as vezes foram sentimentos isolados, outras vezes foram todas essas emoções juntas! O fim me quebrou! Não esperava o que aconteceu, não espera o meu desespero, não esperava que terminasse assim, só sei que quando sair a continuação, vou ser a primeira a querer ler, e se eu pudesse ficar dia e noite lendo, só me alimentando com essa história, esse mundo, esses personagem MARAVILHOSOS e apaixonantes, eu FICARIA!    

LEIAM Fortaleza Negra! É intenso, é muito bem escrito, é um LIVRO com todos os maiúsculos! Uma incrível história!

Amizade. Família. Amor. Paixão. Um toque muito gostoso distópico. Mistérios! Vampiros incríveis de suspirar! Um mocinho que é um achado e uma história que é para ler se... DELICIANDO!     

Paula Juliana

sábado, 2 de dezembro de 2017

Resenha: Mansion Rouge - O primeiro amor é sempre agridoce - Andréa Titericz

Resenha: Mansion Rouge - O primeiro amor é sempre agridoce - Andréa Titericz
Classificação: 5/5 ♥ Favorito 

Sinopse - Mansion Rouge - O primeiro amor é sempre agridoce - Andréa Titericz
A vida de Anna Moore sempre fora muito pragmática, a objetividade e eficiência eram as únicas coisas que importavam. Nada poderia abalar o mundo totalmente estruturado de Anna Moore, nada, exceto Jorge Rimes. Jorge Rimes era o problema na vida de Anna, mas um homem como este é um problema na vida de qualquer mulher que o cerque. Arrogante, inteligente e acima de tudo extremamente sexy, desestruturar corações era uma hobby do qual Jorge muito se orgulhava até que Anna abalou o seu mundo. Anna e Jorge viviam vidas com caminhos totalmente distintos até que um casamento frustrado, o despertar sexual, Mansion Rouge e um ninho de mentiras os colocam mais próximos do que poderiam imaginar. Entretanto um obstáculo surgiu que eles não esperavam... O amor! E este sentimento desconhecido tirou a sanidade da fria e objetiva Anna e derrubou o cinismo do descarado Jorge, perturbando suas vidas e sendo posto a prova pelo sabor amargo de traumas, segredos e mentiras. Será que a doce paixão que os consumia, seria suficiente para vencer todas as barreiras? Uma relação conturbada com emoções a flor da pele... Nada muito doce, muito menos azedo, simplesmente agridoce.

''Eu me apaixonei por você à primeira vista e depois desses meses todos fui descobrindo que o amor existe e ele está em você.'' 

Intimidade. Paixão. Amor. Desejo.

A beleza da vida, assim como do amor, é a incerteza. As muitas opções e escolhas que levam um determinado ser a um certo destino! Nem tudo é doce e perfeito. Muitos caminhos levam o ser humano a provar o mais ácido do momentos. Porém, como não podemos nunca generalizar as coisas, no amor principalmente, o sabor pode ser... Agridoce. Como nossa livro da vez, Mansion Rouge, O primeiro amor é sempre agridoce, da nossa autora nacional, Andréa Titericz. Para mim essa leitura também teve esse gostinho. Doce como o romance apresentado e amargo como o fim. Sou uma fã da literatura erótica! Li essa obra em quatro horas, devorei, e foi amarga a separação!

Foi uma leitura ousada, quente, exitante e divertida. A autora apresenta personagens que não são o que aparentam, mostra que as pessoas podem ter vários lados. Podem esconder coisas de si mesmas, hora para se proteger, hora para se mostrar. Anna, nossa protagonista foi uma dessas personagens. Como não entrar de cabeça na história de Anna? Quantas mulheres pela vida, podem viver se reprimindo? Por inúmeros motivos! Medos! Traumas! Frustrações! 
      
Anna é uma mulher de negócios. A nossa Miss Glacial, nossa mulher de gelo, é obstinada, orgulhosa, eficiente e organizada! Ela precisa ter o controle de sua vida.  
Anna foi abandonada por sua mãe com quatro anos, quando a mãe disse que ia comprar leite, e nunca mais voltou! Foi criada pelo seu pai, que a ama muito, mas não é muito de grandes demostrações, seu padrinho e chefe, também é uma figura importante na vida de Anna, não só no trabalho, onde ela tem papel de liderança no Hotel ao qual seu Padrinho é dono, como na sua vida. Enquanto a menina Anna foi criada por homens, a mulher Anna se transformou na megera indomada, fria, calculista mulher de negócios. 

Anna está de casamento marcado com o carinhoso e amigável, Alan. Está esperando seu noivo, quando é abordada por um homem de tirar o fôlego no bar! A atração é instantânea e sexual. Anna flerta com o estranho, até que um acontecimento, mostra que ele é um conquistador barato. E a nossa mocinha queria se bater! 

Pouco tempo depois, Anna tem uma triste surpresa. Jorge Rimes. O enteado de seu Padrinho, era o mais novo funcionário de seu Hotel.       
O Problema era que Jorge Rimes era nada mais, nada menos que o conquistador do bar, que flertara com Anna! 

A convivência dos dois era quase insuportável! Anna com seu gênio e sua frieza e Jorge com seu humor ácido! O casamento veio e aconteceu! Anna agora uma mulher casada, estaria tudo a mil maravilhas, se ela vivesse também um bom tempo na cama. Anna não conseguia gozar com Alan. Vida sexual zero, mais feliz sozinha que com o marido! Até que um mês depois do casamento... Anna descobre que seu marido fofo, estava tendo um caso com a sua secretaria. Resultado: Separação!

Cansada e insatisfeita, Anna por meio de sua secretária e amiga, Marla. É apresentada, a um clube privê de alta sociedade. Uma casa de prazeres de luxo!     
Anna quer o libertar de sua sexualidade reprimida. Anna são se soltava, não conhecia o seu lado de poderosa mulher sexual... Até Mansion Rouge!    

Lá Anna, era a poderosa Sharon. Fogosa, desinibida, apaixonada e sexy.
Logo de cara, adivinhem, quem que a moça encontrou? Claro que foi o Sr. Rimes! 
Jorge, o sexy, conquistador, arrogante, inteligente, enteado de seu Padrinho! 
Jorge não reconhece Anna. É por Sharon que se encanta e se envolve! Agora... será que Jorge irá em algum momento reconhecer Anna? Máscaras! Segredos! A doce magia da sedução! 

É a partir desse ponto que a história pega fogo e vocês terão que ler para descobrir!   

Além de seu lado Sharon. Anna se esconde de muitas maneiras. Quem olha, não vê a Anna, insegura, preocupada, que gosta de ter o controle de tudo, por medo de sofrer. 
Medo de ser abandonada. Medo de ''estragar'' sua reputação, medo de se arriscar! 

Algumas Verdade de Mansion Rouge:
- Não aplique sempre a mesma cantada!
- Nunca subestime uma mulher e seu lado fatal!
- Fred! Só eu fiquei BABANDO por ele? - Há! Não vou contar quem é! Louca pelo segundo livro!
- Jorge! Esperto! E que homem é esse?!!!! Esse mocinhos me matam!
- E por último e não menos importante! Alguém pode me apresentar um clube desses?! Isso existe?! PQP! Que lugar quente!   

Amei a história. Ela conseguiu me tirar de uma grande ressaca literária, pelo seu desenvolvimento sem enrolação. Pelo humor! Pelo drama! Por seus personagens carismáticos, pela emoção que passa em determinadas horas, pelo clima sexual que envolve o clube, pelo jogo de gato e rato entre os protagonistas. Quase morri de aflição, queria que ele descobrisse logo quem era Sharon, e depois não queria. Queria que Anna se abrisse, que se deixasse sofrer e se mostrar, queria bater em Jorge, queria que eles se entendessem, que admitissem que se amavam. Entre surtos, e suspiros. Jorge que é quenteeeeeeeeeeeeeeee, e Anna nos surpreende, em uma linda e sexy história de amor!   

Mansion Rouge - O primeiro amor é sempre agridoce, mostra que não devemos deixar de aproveitar o hoje e o agora. Que não devemos deixar de viver por medo! E devemos dar valor a quem está no nosso lado, sendo pai, mãe, amigos ou amores!   
Anna mostra como uma mulher pode ser corajosa e obstinada. Sem Máscaras... Sem Segredos... E com muito Amor e Paixão! 

''A felicidade você encontra nas pessoas e não em lugares.''

Paula Juliana

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Resenha: A Cidade Flutuante - Seu mundo nunca mais será o mesmo. - Daniel Dias

Resenha: A Cidade Flutuante - Seu mundo nunca mais será o mesmo. - Daniel Dias
Classificação: 5/5 
Editora: Empíreo
Skoob 

Sinopse: A Cidade Flutuante - Seu mundo nunca mais será o mesmo. - Daniel Dias
Em 'A cidade flutuante', os leitores conhecerão Dominó, uma jovem e famosa bailarina do reino de Urjuwani, a capital do Império. Por força do magnetismo, a cidade consegue flutuar acima das outras cidades, que são exploradas para abastecer a capital de suas principais necessidades.
Porém tudo muda quando três surpreendentes acontecimentos perturbam a tranquilidade em Urjuwani: um atentado à vida do Imperador, uma misteriosa fenda no céu da cidade e um violento ataque pirata.
Filha de uma influente integrante do governo, Dominó começa a descobrir que os desastres que atingiram sua cidade guardam estranhas relações entre si. Em meio às revelações, a bailarina sofre um acidente e cai da cidade flutuante. Enquanto tenta voltar para casa, Dominó trava novas e improváveis amizades, e com ajuda delas vai descobrir que lendas podem ser verdades e sua vida, uma grande mentira.
Quem estaria por trás dessa trama? Conseguirá Dominó salvar o seu mundo de um desastre maior?
'A cidade flutuante' apresenta aos leitores um mundo fascinante, onde o fantástico e o real se misturam.

''O lar desmorona. Não, nunca houve lar.''

Eu realmente estou tendo um pouco de dificuldade para começar essa resenha, o livro que tenho que apresentar é muito rico, muito maduro, muito crítico, o autor criou um universo totalmente novo e único, nele criou elementos que te guiam por um caminho tão profundo e cheio de significados que é muito difícil explicar de modo simples o quanto é significativo!

A Cidade Flutuante - Seu mundo nunca mais será o mesmo,  do autor Daniel Dias me surpreendeu muito positivamente, me fez ficar fixa em frente as páginas, totalmente vidrada até com problemas para piscar! Não! Não estou exagerando, é um livro muitíssimo inteligente, uma obra que está entre a linha tênue da fantasia e a distopia, que exige que o leitor o acompanhe e o faz querer saber da história completa! Nós seres movidos a curiosidades que não conseguimos dizer não a uma boa história ficamos maravilhados com a obra!  

''Seu estômago contraiu. E se tivesse dado importância às coisas erradas, e se tivesse tomado para si prioridades que não eram prioridades de verdade? Se a realidade sob Urjuwani era de tal maneira diferente, como seriam os longínquos povoados em desertos ainda menos privilegiados?''

Vamos ao enredo? 

Tudo começa com Dominó! Sim... Dominó essa mocinha com um nome inusitado!
Dominó é uma famosa e honrada Bailarina da Capital do Império,  Urjuwani, totalmente dedicada a sua profissão, ela é a melhor, e sua horas e horas de treino são sua felicidade, seu pequeno mundinho, sua casa de cristal, sua caverna. Solitária com poucos amigos, estava insatisfeita, queria se divertir, rir mais, ser menos travada, menos orgulhosa, e no meio desse pequeno auto questionamento alguma coisa não estava certa... Dominó começou aos poucos a ter um choque de realidade quando sai da cidade pela primeira vez! 

''... o desespero que desabava sobre ela quando percebia que tudo estava sempre em movimento, que talvez não houvesse tempo de impedir a mudança, que talvez, no intervalo de uma simples reflexão, tudo já houvesse mudado.''

Fome? Dominó começa a se questionar mais, a questionar a vida no Império, a questionar crenças e costumes, a questionar tudo que acreditava, ou achava que sabia. Será que o mundo protegido e controlado é tudo que existe? O que acontece fora de Urjuwani? Desprezo? Fedor? Ratos? Doenças? Nada está tão bonito como era!

Nesse turbilhão a mocinha ainda descobre que sua mãe esta escondendo coisas dela! E três coisas acontecem, porque tudo sempre vêm em três atos! Não é? Templo e Imperador em uma guerra ''silenciosa'' acarretando um misterioso atentado a vida do líder, uma fenda no céu da cidade... causas naturais? Algum experimento estranho? Perigo ao mundo? E por último um ataque pirata bem no coração da capital!

Dominó se encontra em uma aventura que vai mudar sua vida e sua visão de tudo e de todos!
Isso importa? Claro que importa! Leiam,leiam,leiam!

''Eu queria explorar o mundo - desanimou Alê. - Acho que meu pai não vai deixar. Ele sempre diz que o desconhecido às vezes tem que continuar desconhecido. E eu digo que depende. A gente viaja muito, muito mesmo.''

Gostei muito dos personagens apresentados, das culturas e costumes de cada pedacinho desse mundo criado e mondado por Daniel Dias, o autor tem uma escrita gostosa e fluída, cada personagem é bem característico, cada um com sua personalidade bem delineada, com um tema forte e algumas vezes pesado, ele soube dosar bem os personagens que com um toque de humor e ironia, ou um toque de doçura e amor, inteligencia e sabedoria conseguiam manter a história em um ponto forte de equilíbrio, não perdendo o foco da trama. 

Ri muito com Gatuno - O Pirata que sempre citava seus pais com várias ''profissões'' diferentes, o menino que era filho de muitos e ao mesmo tempo de ninguém, mostrou muita força e humor. Vicente e Alê que fizeram que o livro tivesse uma união familiar muito forte, que mostraram que não é preciso ter uma casa fixa, para ter um lar, mais que ter um bom lugar de segurança é muito bom! #SalveMilena
Catarina com sua ciência e jeito peculiar, Theodoro e seu amor, devoção!    
Aquela que nomeou ''Dominó-do-coração-nevado'' me conquistou e me entristeceu em poucas páginas! 

''Perspicaz. - A rainha se divertia com o comentário. - Outra grande diferença entre meu reino e o Império. Na sua terra, Dominó-do-coração-nevado, somente os homens assumem o poder. Para os bárbaros, as mulheres são a essência do povo, valorizadas como nenhum homem é. Nós guiamos o povo.''

Ela ansiava por respostas, não sabia onde pertencia, qual seria seu lugar?!
A sujeira do mundo! As verdade e mentiras! A realidade e a sua própria ficção fizeram de Dominó uma pessoa mudada, nós temos muito medo de mudar, mas às vezes a mudança aparece e você só percebe quando tudo já mudou!  A Cidade Flutuante não fala só da ignorância humana em meio a fantasia, ela faz um grande paralelo com o mundo atual, conseguimos enxergar Dominós, Vicentes, Gatunos pelo mundo todo! O fim da obra me deixou de coração apertadinho e me fez não ser mais a mesma!    

'' E por que mudar? Se não fosse pela voz que a acompanhava dali em diante, sussurrando, rememorando, alfinetando. Se não fosse, seguiria ignorante. porém alegre na ignorância. Não basta ser estranha a mim. Sou estranha aos outros. E os outros me são estranhos. ''

Paula Juliana

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Resenha: Se Eu Morrer Antes de Você - Série Love Me to Death - Volume 1 - Allison Brennan

Resenha: Se Eu Morrer Antes de Você - Série Love Me to Death - Volume 1 - Allison Brennan
Classificação: 5/5 Favorito  

Sinopse - Se Eu Morrer Antes de Você - Série Love Me to Death - Volume 1 - Allison Brennan
Seis anos atrás, Lucy Kincaid foi atacada e quase morta por um predador que conheceu online. Ela sobreviveu. Seu agressor não. Agora o objetivo de Lucy é juntar-se ao FBI e lutar contra o cyber-crime, mas nesse meio tempo, ela é voluntária em um grupo de direitos das vítimas, navegando na internet disfarçada para enganar e atrair agressores sexuais para as mãos da lei. Mas quando os predadores que ela caça começam a aparecer como vítimas de assassinatos, o FBI tem todo um novo interesse por Lucy. Com seu futuro e possivelmente até sua liberdade em perigo, Lucy descobre que ela é um peão na história de alguém para obter justiça. Ela junta suas forças com o especialista em segurança Sean Rogan e, juntos, eles traçam seu caminho desde salas de chat online até as ruas de Washington, DC. Mas outra pessoa está seguindo-os: um perseguidor tem os olhos em Lucy. O único jeito de ela escapar de sua brutalidade pode ser outra luta até a morte.

"Preciso ouvir os pedidos de clemência dela. Preciso saborear as lágrimas do rosto dela. Preciso vê-la se partir ao meio. Preciso sentir o cheiro do medo dela. Preciso que ela obedeça." 

"Lucy Kincaid precisa ser treinada. Preciso domá-la. Ela é o problema. Eu sou a solução."

Essa obra estava havia algum tempo na minha lista de leituras, eu sempre via essa capa, essa sinopse e pensava: '' Tenho que ler esse livro.'', adoro livros do gênero policial, Se Eu Morrer Antes de Você da Série Love Me to Death, Volume 1 da autora Allison Brennan, é um thriller policial e psicológico de suspense. Ação, romance e drama em um enredo quente e intenso.

A Obra aborta temas como assassinatos, violência sexual, crimes contra crianças e mulheres, pornografia ilegal no mundo virtual; temas pesados muito bem balanceados com um romance lindo, fofo e que tem a superação e a força da personagem principal em foco.  

''Sean  suspeitava  estar   entrando  em  território  perigoso.  Estava atraído  por   Lucy   e  temia  que  seus  sentimentos  corrompessem  as evidências  que  tinha  diante  de  si .  Conseguiria  enxergar   o  que  era importante?  Não  era  policial;  talvez   não  agisse  de  modo  justo.  Ele  não queria  pesar   na  balança  o  que  era  certo  ou  errado,  dando  aos  criminosos mais  direitos  do  que  às  vítimas.  Para  ele,  pessoas  como  Roger   Morton eram  a  escória  e  não  mereciam  os  direitos  que  tomava  como  certos.  Por que  no  sistema  eram  os  criminosos  que  tinham  todos  os  direitos?  Onde estava a justiça?''

Lucy Kincaid é uma sobrevivente. Forte, determinada, corajosa, uma protagonista marcante. Lucy foi vítima de um brutal crime, seis anos atrás. Com 18 anos, ela foi sequestrada, espancada e estuprada durante dias, enquanto tudo o que sofria passava ao vivo na internet, em tempo real, onde pessoas votavam como ela deveria ser morta. 
Lucy sobreviveu! Retomou as rédeas de sua vida e hoje, aos 24 anos, seu maior objetivo é ser agente do FBI, enquanto aguarda sua entrevista, a moça trabalha como voluntária no grupo PMC (Prioridade Mulheres e Crianças), onde ela monitora os criminosos que estão em liberdade condicional, ela entra em bate-papos e serve de isca para possíveis predadores sexuais. Marca os encontros, mais quem vai em encontro com ''os caras'' é a policia e o FBI. Porém, coisas estranhas começam a acontecer.

Lucy percebe que criminosos com quem ela havia marcado os encontros para que fossem presos estavam aparecendo mortos, e ultimamente estava com a sensação que estava sendo vigiada de alguma forma, observada, monitorada. Será que era coisa da cabeça da mocinha? Afinal, depois do que ela passou é normal não se sentir 100% segura!   

Tudo isso acontece ao mesmo tempo em que Roger Morton, um dos monstros que a violentou esta em liberdade. E Morton misteriosamente aparece morto também. Lucy começa a perceber alguns padrões e se preocupa, será que está novamente em perigo? 

Juntamente com Sean Rogan - melhor amigo e sócio de seu irmão em uma agência de segurança, Kate e Dillon - seu irmão e cunhada que trabalham para o FBI e dois agentes especiais - Noah e Abigail, Lucy entra em uma intrigante busca pela verdade que pode salvar sua vida!  

''Difícil?  Era  o  inferno,  mas  ela  passou  pelo  inferno  antes.  Sobreviveria, mesmo  diante  da  traição.  Por que  sua  única  opção  era  ir   para  a  cama  e puxar   as  cobertas  sobre  a  cabeça  e  chorar .  Se  não  fez   isso  seis  anos  antes, certamente não faria agora.''

''–  Do  cachorro  morto  da  garota  que  não  quis  mais  obedecer .  Não  se acorda  certa  manhã  e  se  decide  matar   um  cachorro  de  alguém.  Ele  já devia  ter   feito  isso  antes.  Matar   animai s  é  um  dos  três  traços  comuns  aos assassinos  seriais. ''

Esse livro é muito bom! Eu realmente fiquei vidrada no enredo o tempo todo, somos apresentados a muitos personagens - que podem ou não ser potenciais culpados, todos são suspeitos até que se prove o contrario, somos induzidos e levados pelas emoções de Lucy. Ficamos intrigados com as situações que aparecem, capítulos que são narrados pelo ponto de vista das mentes criminosas, fazem como se montássemos um super quebra cabeça na nossa mente. 
Esse livro me fez sentir dentro de uma investigação policial mesmo, ver todas as pontas soltas, analisar todos que apareciam, tentar pensar como os criminosos e entender as vítimas. 

Em momento algum encontramos narrações bizarras de ler, eu adorei a escrita da autora, mesmo com temas fortes e chocantes, ela não faz do livro uma obra pesada com cenas horríveis. Não! Os fatos que ocorrem, estão ali, os criminosos existem, há capítulos narrados por eles, mas o livro é forte, sem ser apelativo! Eu gostei muito! É um livro adulto, mais não é um livro erótico, a autora faz um paralelo entre toda a ''ação'' e o romance, que faz o livro ficar mais leve e fofo.     
 
''Lucy  deu uma olhada para Sean e a ansiedade em relação à novidade de mais  um  corpo  encontrado  sumiu.  Sean  deu-lhe  uma  piscadela  e  segurou  a mão  dela  par a  ajudá-la  a  sair   do  carro.  Lucy   sentiu  retornar   o  formigar não  tão  sutil   de  quando  o  viu  assim  que  abriu  a  porta  de  casa  em  seu impecável  terno cinza-escuro e gravata azul -celeste, combinando com a cor dos  olhos  dele.  Ele  estava  de  tirar   o  fôlego,  e  ela  não  estava  acostumada  à atração  física.  Ela  admirava  a  beleza  em  um  nível   intelectual .  Mas  com Sean  Rogan,  seu  corpo  reagia  antes  da  mente,  respondendo  à  voz   dele,  ao toque,  ao  modo  como  ele  a  fitava,  antes  que  sua  mente  captasse  que  talvez ele estivesse flertando. E que talvez  ela estivesse gostando...''

Um dos muitos temas abordados fora todos que já citei, é o caso dos Vingadores. As pessoas que fazem justiça com as próprias mãos. Nos faz refletir, até onde a justiça faz justiça? Temos o direito de matar outro ser humano, mesmo que seja um monstro? Até onde é doença? Até onde é CERTO?  

''Os  vingadores  têm  um  forte senso  do  que  é certo  e  do  que  é errado,  mas  o  que  eles  consideram  certo  e errado é visto através de lentes distorcidas.''


Lucy dá um tremendo banho de superação e força, mesmo mostrando em diversas partes como é frágil. Mostra como é importante seguir em frente, não deixar um determinado fato dizer o que ela é. Sim! O que aconteceu faz parte dela, mas não é só isso, ela não é uma vítima e ela não ia desmoronar, ela ia sobreviver e superar qualquer coisa que acontecesse com ela. 

Uma das partes que mais gostei foi o romance dela com o Sean. O modo como ela se entregou para ele e o modo como ele tratou ela. Não como uma vítima que pode quebrar a qualquer momento, mas como uma mulher especial. Que é o que ela é para ele. Fofo, lindo, de suspirar é pouco para esse romance! Amei demais! Super me apaixonei pelo Sean e seu jeitinho de menino e homem protetor! 

Super indico essa leitura para quem gosta de um bom thriller policial, psicológico de suspense. Ação, romance e drama em um enredo intenso de tirar o fôlego! 

''(...) é  um  bastardo  sádico  e  doentio,  e ele vai  matar  a mulher  que eu amo se você não nos ajudar  a encontrá-lo.''
 

Quote preferido:

''Lucy   não  conseguia  se  lembrar   da  última  vez   em  que  sentiu  tamanha paz ,  conforto  e  desejo.  Sean  beijava-a  com  suavidade,  indefinidamente, sem  pressa,  sem  pressão,  somente  uma  constante  afeição  fluía  dele.  Ela absorveu-a,  deliciando-se  com  o  abraço.  Sentiu-se  desejada,  querida.  Mas  o que  provocava  o  farfalhar   em  seu  estômago  era  Sean.  O  modo  como  ele  a fazia  se  sentir   ao  mesmo  tempo  protegida  e  acreditada,  a  maneira  como ela  o  fitava  como  se  partilhassem  um  segredo.  O  modo  como  ele  a  tocava. Não  só  ali   na  poltrona,  com  os  braços  ao  seu  redor   como  se  fosse  um cobertor   quente  e  musculoso,  mas  o  tempo  todo.  Com  um  toque  na  mão. Quando  se  apoiava  às  suas  costas.  Resvalando  seu  braço,  como  que  só  para se certificar  de que ela estava lá, de que ela soubesse que ele  estava  lá.  Ele era  a  pessoa  mais  tátil   que  ela  conhecia.  Sean  Rogan  era  extremamente confiante,  ele  sabia  que  era  esperto  e  atraente,  mas  não  se  gabava  disso. Quando  ele  a  tocava  era  como  se  quisesse  assegurar-se  de  algo.  Do  quê?  De que ela estava lá? De que ela não iria embora? De que ela quisesse que ele a tocasse? Era um gesto carinhoso e excitante, nem um pouco assustador.
–  Eu  queria  que  você  pudesse  me  abraçar   assim  a  noite  inteira  –  ela sussurrou. 

– Não acho que eu conseguiria somente beijá-la a noite inteira.''




Paula Juliana