segunda-feira, 20 de março de 2017

[Para quem ainda não descobriu o escuro...] Os cinco mais desejados Dark no Overdose Literária!

[Para quem ainda não descobriu o escuro...] Os cinco mais desejados Dark no Overdose Literária!



TOP 5:
THE BEAUTY OF DARKNESS - O VOLUME FINAL DA FANTASIA QUE ARREBATOU OS LEITORES BRASILEIROS

A trilogia Crônicas de Amor e Ódio chega ao fim de maneira arrasadora. Iniciada em The Kiss of Deception, a série encantou os fãs de fantasia - e conquistou os corações dos brasileiros.

A história de Lia inspirou muitos leitores a embarcarem em uma jornada extraordinária repleta de ação, romance, mistérios e autoconhecimento, em um universo deslumbrante criado pela premiada escritora Mary E. Pearson, onde o poder feminino é a força motriz capaz de mudar e fazer toda a diferença no novo mundo em construção.

Aflitos com os acontecimentos do segundo volume, The Heart of Betrayal, que apresentou uma trama mais sombria, repleta de segredos e intrigas, os leitores imploraram pela conclusão da série e a Caveirinha acelerou a produção de THE BEAUTY OF DARKNESS. Tudo para apaziguar os corações dos darklovers que se entregaram de corpo e alma a uma das trilogias mais amadas.


Em THE BEAUTY OF DARKNESS — CRÔNICAS DE AMOR E ÓDIO V.3, Lia sobreviveu a Venda, mas não foi a única. Um grande mal pretende destruir o reino de Morrighan, e somente ela pode impedi-lo. Com a guerra no horizonte, Lia não tem escolha a não ser assumir seu papel de Primeira Filha, como uma verdadeira guerreira — e líder.
Enquanto luta para chegar a Morrighan a tempo de salvar seu povo, ela precisa cuidar do seu coração e seus sentimentos conflituosos em relação a Rafe e as suspeitas contra Kaden, que a tem perseguido. Nesta conclusão de tirar o fôlego, os traidores devem ser aniquilados, sacrifícios precisam ser feitos e conflitos que pareciam insolúveis terão que ser superados enquanto o futuro de todos os reinos está por um fio e nas mãos dessa determinada e inigualável mulher.


TOP 4: A GUERRA QUE SALVOU A MINHA VIDA - Kimberly Brubaker Bradley 

Muitas guerras começam dentro de nós.

Este é um daqueles romances que você lê com um nó no peito, sorrisos no rosto e lágrimas nos olhos entre um parágrafo e outro. Uma obra sobre as muitas batalhas que precisamos vencer para conquistar um lugar no mundo.

QUANDO A GUERRA COMEÇA DENTRO DE CASA.

Ada tem dez anos (ao menos é o que ela acha). A menina nunca saiu de casa, para não envergonhar a mãe na frente dos outros. Da janela, vê o irmão brincar, correr, pular – coisas que qualquer criança sabe fazer. Qualquer criança que não tenha nascido com um “pé torto” como o seu. Trancada num apartamento, Ada cuida da casa e do irmão sozinha, além de ter que escapar dos maus-tratos diários que sofre da mãe. Ainda bem que há uma guerra se aproximando.

Os possíveis bombardeios de Hitler são a oportunidade perfeita para Ada e o caçula Jamie deixarem Londres e partirem para o interior, em busca de uma vida melhor.

Kimberly Brubaker Bradley consegue ir muito além do que se convencionou chamar “história de superação”. Seu livro é um registro emocional e historicamente preciso sobre a Segunda Guerra Mundial. E de como os grandes conflitos armados afetam a vida de milhões de inocentes, mesmo longe dos campos de batalha. No caso da pequena Ada, a guerra começou dentro de casa.

Essa é uma das belas surpresas do livro: mostrar a guerra pelos olhos de uma menina, e não pelo ponto de vista de um soldado, que enfrenta a fome e a necessidade de abandonar seu lar. Assim como a protagonista, milhares de crianças precisaram deixar a família em Londres na esperança de escapar dos horrores dos bombardeios.

Combinando a ternura de Em Algum Lugar Nas Estrelas, outro título da coleção DarkLove, com a realidade angustiante de O Diário de Anne Frank, A GUERRA QUE SALVOU A MINHA VIDA apresenta uma perspectiva da Segunda Guerra Mundial vista pelos olhos de uma menina que se transforma em refugiada no seu próprio país. 

Mais uma oportunidade perfeita para emocionar corações de todas as idades e relembrar os valores do companheirismo e da amizade em todos os momentos da nossa vida. Vencedor do Newbery Honor Award, primeiro lugar na lista do New York Times e adotado em diversas escolas nos Estados Unidos.


TOP 3:  A Noiva Fantasma - Yangsze Choo!

Até que a morte os aproxime...
“Certa noite, meu pai me perguntou se eu gostaria de me tornar uma noiva fantasma...”

1893. Li Lan é uma jovem que recebeu educação e cultura, mas que vive sem grandes perspectivas depois da falência de seus pais. Até surgir uma proposta capaz de mudar sua vida para sempre: casar-se com o herdeiro de uma família rica e poderosa. Há apenas
um detalhe: seu noivo está morto. A Noiva Fantasma, que a DarkSide® Books publica no Brasil em 2015, é o surpreendente romance de estreia de Yangsze Choo, a escritora de ascendência oriental que está encantando fãs por todo o mundo.

Por mais fantásticas que pareçam, as noivas fantasmas ainda resistem até hoje em parte da cultura asiática. A prática, que chegou a ser banida por Mao Tsé-Tung durante a Revolução Cultural, foi muito frequente na China e na Malaia (hoje Malásia) no final do século xix. O casamento era usado para tranquilizar um espírito inquieto, e garantir um lar e estabilidade para as mulheres que diziam sim a maridos já falecidos. É claro que elas tinham um preço alto a pagar, e com Li Lan não seria diferente.

Evocando obras como Lugar Nenhum, de Neil Gaiman, A Noiva Fantasma é uma história impressionante sobre o amor sobrenatural e o amadurecimento, escrita por uma extraordinária nova voz da ficção contemporânea. Eleito o Livro da Semana pela Oprah. com, entrou em diversas listas de melhores livros do ano, como Indie Next List’s Pick, Glamour Magazine Beach Read, The Bookseller Editor’s Pick e Library Journal Barbara’s Pick.


TOP 2: O Menino que Desenhava Monstros - por Keith Donohue - Todos já desenharam monstros na infância, mas poucos conseguiram dar vida a eles.

"Uma assustadora obra prima gótica." - Peter Straub

O romance de Keith Donohue é um thriller psicológico que mistura fantasia e realidade para surpreender o leitor do início ao fim ao evocar o clima das histórias de terror japonesas. 

Um livro para fazer você fechar as cortinas e conferir se não há nada embaixo da cama antes de dormir. O MENINO QUE DESENHAVA MONSTROS receberá o tratamento monstruoso já conhecido pelos leitores da DarkSide® em junho de 2016. A história também ganhará uma adaptação para os cinemas, dirigida por ninguém menos que James Wan, o diretor de Jogos Mortais e Invocação do Mal.

Keith Donohue escreve histórias realmente assustadoras. Não aquelas com sangue por todos os lados ou sustos premeditados para fazer o leitor pular da cama. O horror está nas sutilezas que são capazes de fazer a pele formigar e nos dar a certeza de que estamos
diariamente interagindo com o sobrenatural. Jack Peter é um garoto de 10 anos com síndrome de Asperger que quase se afogou no mar três anos antes. Desde então, ele só sai de casa para ir ao médico. Jack está convencidode que há de monstros embaixo de sua cama e à espreita em cada canto. Certo dia, acaba agredindo a mãe sem querer, ao achar que ela era um dos monstros que habitavam seus sonhos. 

Ela, por sua vez, sente cada vez mais medo do filho e tenta buscar ajuda, mas o marido acha que é só uma fase e que isso tudo vai passar. Não demora muito até que o pai de Jack também comece a ver coisas estranhas. Uma aparição que surge onde quer que ele olhe. Sua esposa passa a ouvir sons que vêm dooceano e parecem forçar a entrada de sua casa. Enquanto as pessoas ao redor de Jack são assombradas pelo que acham que estão vendo, os monstros que Jack desenha em seu caderno começam a se tornar reais e podem estar relacionados a grandes tragédias que ocorreram na região. Padres são chamados, histórias são contadas, janelas batem. 

E os monstros parecem se aproximar cada vez mais. Na superfície, O Menino que Desenhava Monstros é uma história sobre pais fazendo o melhor para criar um filho com certo grau de autismo, mas é também uma história sobre fantasmas, monstros, mistérios e um passado ainda mais assustador. O romance de Keith Donohue é um thriller psicológico que mistura fantasia e realidade para surpreender o leitor do início ao fim ao evocar o clima das histórias de terror japonesas.Um livro para fazer você fechar as cortinas e conferir se não há nada embaixo da cama antes de dormir. 

O Menino que Desenhava Monstros receberá o tratamento monstruoso já conhecido pelos leitores da DarkSide® em 2016. A história também ganhará uma adaptação para os cinemas, dirigida por ninguém menos que James Wan, o diretor de Jogos Mortais e Invocação do Mal.

Keith Donohue é o autor do best-seller The Stolen Child, além de The Angels of Destruction eCenturies of June. Seus livros já foram traduzidos para mais de doze idiomas. O Menino que DesenhavaMonstros chamou tanto a atenção do público que rapidamente teve seus direitos vendidos para o cinema. O autor, que tem Ph.D. em Inglês pela Catholic University of America, vive emMaryland. Saiba mais em keithdonohue.com.

TOP 1: O Circo Mecânico Tresaulti - por Geevieve Valentine
Complete sua coleção Darkside® Books em capa dura.
Respeitável público, o Circo voltou!


O Circo passou por aqui e deixou saudades. A primeira edição esgotou tão rápido que não foi suficiente para atender o respeitável público, esses novos darksiders que não param de chegar. Sempre que eles descobrem que O Circo Mecânico Tresaulti está esgotado, a comoção é a mesma: “Como assim, tem um livro da DarkSide® Books faltando na minha coleção? Isso não pode ficar assim!”. E não vai mesmo! Pode ir separando um lugar de destaque na sua estante.

Atendendo a pedidos, súplicas, ameaças, subornos, e-mails, posts, comentários e tuítes, é com prazer que anunciamos o relançamento desta pérola perdida. Em 2016, O Circo Mecânico Tresaulti está de volta. E em grande estilo. Quem conhece a DarkSide® sabe o que isso quer dizer: Limited Edition, em capa dura.

Desde o nascimento da editora, no Dia das Bruxas de 2012, a DarkSide® reinventou o lançamento simultâneo de um mesmo título em dois formatos: Classic Edition (brochura) e Limited Edition (capa dura). Alguns títulos já saem exclusivamente na edição luxuosa, que os darksiders apreciam tanto. Em três anos, apenas dois livros foram lançados somente na Classic Edition: A Menina Submersa e O Circo Mecânico Tresaulti.
Vocês pediram (suplicaram, ameaçaram etc.) e a DarkSide® relançou A Menina Submersa numa capa dura linda de morrer. Só faltava o Circo. Agora não falta mais.

Se você é um dos sortudos que apostaram no escuro com a gente e já tem sua edição original de O Circo Mecânico, muito obrigado. Você pode compartilhar seu livro antigo com um amigo e deixar essa emocionante distopia steampunk conquistar novas plateias. Ou, é claro, pode exibir orgulhosamente suas duas edições. A gente entende muito bem o que significa ser um colecionador apaixonado. Ah, a Limited Edition vem com um marcador de livro exclusivo, inédito, mas tão bonito quanto o marcador original. 

E para quem ainda não leu (ou releu) O Circo Mecânico Tresaulti recentemente, uma breve sinopse, sem spoilers:

Num mundo pós-apocalíptico, onde as pessoas não tem mais acesso à tecnologias de ponta, uma caravana circense leva esperança por onde passa. Os artistas são sobreviventes
de guerra, que tiveram seus corpos mutilados reconstruídos com complexas estruturas mecânicas.

Olha só o que disse o New York Times sobre o livro: “A autora Genevieve Valentine consegue transmitir a riqueza da vida e dos sentimentos de cada artista com uma escrita
impressionante”.

Genevieve Valentine já participou de várias coletâneas de novos autores e antologias ao lado de autores consagrados como Max Brooks, Kelly Link, Mira Grant e Joe McKinney. O Circo Mecânico Tresaulti, seu primeiro romance, ganhou o Crawford Award 2012 e foi indicado para o Prêmio Nebula. Seu conto “Light on the Water” foi indicado ao World Fantasy Award 2009, e outro conto, “Things to Know about Being Dead”, foi indicado ao Shirley Jackson Awards 2012. Ela escreve para sites de cultura pop e é amante insaciável de filmes B.

BÔNUS:
Prince of Fools - A Guerra da Rainha Vermelha # 1


Mark Lawrence, um dos autores de fantasia mais consagrados dos últimos anos, expande seu universo fantástico com uma nova e instigante trilogia. A DarkSide Books tem o prazer de apresentar A Guerra da Rainha Vermelha Volume 1: Prince of Fools.
“Sou um mentiroso, um trapaceiro e um covarde, mas nunca, jamais, irei decepcionar um amigo. A menos que, para não decepcioná-lo, seja preciso demonstrar honestidade, jogo limpo ou bravura.” Assim se apresenta Jalan Kendeth, o neto da Rainha Vermelha e décimo na linha de sucessão ao trono. Um verdadeiro hedonista sem pretensões políticas, que se vê obrigado a abandonar sua boa vida após sofrer uma tentativa de assassinato. Para escapar, precisa se aliar a um perigoso guerreiro.

Mark Lawrence novamente cria um anti-herói irresistível. Por que mesmo estamos torcendo por eles? – é uma pergunta comum entre os cada vez mais numerosos leitores de suas aventuras. A resposta, certamente, está no talento com que o autor conduz seus personagens e narrativas. E desta vez, a violência e o rancor de Jorg Ancrath, da Trilogia dos Espinhos, é substituída pela astúcia e charme do Príncipe dos Tolos.


Em comum, as duas trilogias dividem o mesmo cenário, um universo pós-apocalíptico e de inspiração medieval. Se você não via a hora de voltar ao Império Destruído, esta é sua chance, com esta nova saga do universo expandido da Trilogia dos Espinhos.
A Guerra da Rainha Vermelha Volume 1: Prince of Fools chega ao Brasil em novembro de 2015, em edição luxuosa e capa dura. Uma ótima indicação para os fãs de Mark Lawrence. E, claro, uma oportunidade imperdível para aqueles que ainda não tiveram a experiência de mergulhar em suas páginas. 

Paula Juliana

Nenhum comentário:

Postar um comentário