sexta-feira, 17 de março de 2017

Resenha: Sussurros do País das Maravilhas - Três contos de momentos mágicos e inesquecíveis - Splintered # 3.5 - A. G. Howard

Resenha: Sussurros do País das Maravilhas - Três contos de momentos mágicos e inesquecíveis - Splintered # 3.5 - A. G. Howard
Classificação: 5/5 ♥ Favorito 
Editora: Novo Conceito

Sinopse: Sussurros do País das Maravilhas - Três contos de momentos mágicos e inesquecíveis - Splintered # 3.5 - A. G. Howard
Alyssa Gardner entrou na toca do coelho para assumir o controle do seu destino. Ela sobreviveu à batalha pelo País das Maravilhas e pelo seu coração. No conto O Menino Na Teia, a mãe de Alyssa relembra o período em que viveu no País das Maravilhas e resgatou o homem que se tornaria seu marido e pai de sua filha. No A Mariposa No Espelho, conhecemos as lembranças de Morfeu, de quando ele mergulhou nas memórias de Jeb para descobrir os segredos dele e tentar ganhar, de uma vez por todas, o disputado coração de Alyssa. No Seis Coisas Impossíveis, Alyssa revive os momentos mais preciosos de sua vida após Qualquer outro lugar, e sobre o papel mágico que desempenhou para preservar a felicidade daqueles que ela ama. Neste livro você encontrará três contos de lembranças inéditas e inesquecíveis. Junte-se novamente aos personagens da série O Lado Mais Sombrio e embarque no fantástico mundo do País das Maravilhas.

''[...] Desequilíbrio gera desequilíbrio. O Caos é o que restabelece o equilíbrio. Haverá repercussões. Você não pertence mais a esse lugar. É melhor assim. Você está destinada a muito mais do que este mundo tem a oferecer. - A mariposa voou sobre mim, pairando diante do meu rosto. - Assuma a responsabilidade. O poder é o único caminho para a felicidade, e posso ajudá-la a conquistá-lo. Meu nome é Morfeu. Encontre um espelho e me chame quando estiver pronta para viver seu destino.''

Seja em uma passagem pelo espelho, ou uma queda louca pela toca do coelho, seja questionando sua coragem ou sua... sanidade, uma coisa está clara, essa viagem pelo mundo do País das Maravilhas vai fazer você se apaixonar. E Sussurros do País das Maravilhas é uma declaração de amor, um presente, um desfecho, e um complemento muito mais que merecido para essa saga que é incrível, deslumbrante e terrivelmente envolvente! #PartiuparaosbraçosdeMorfeu

''ÁS VEZES PENSO EM SEIS COISAS IMPOSSÍVEIS ANTES DO CAFÉ DA MANHÃ.''

Sussurros do País das Maravilhas apresenta três contos. Três histórias que complementam lindamente essa trilogia que aprendi a amar. 

O MENINO DA TEIA

O Menino da Teia conta o período que Alison, mãe de Alyssa, viveu no País das Maravilhas, na verdade ele nos mostra um pouco da história da menina Alison como foi sua infância e juventude, e seus primeiros contatos com Morfeu e aquele novo mundo magico. Mostra também como conheceu e resgatou o homem que seria o único amor de sua vida.

Esse conto foi ótimo, me surpreendeu bastante quando iniciei a leitura e não encontrei Alyssa e sim sua mãe narrando a história. Logo no começo como de costume a autora ganhou toda a minha atenção e me prendeu a história logo nas primeiras frases. Alison mostra seus sentimentos, a obra toda a autora utiliza do tempo para contar as histórias, então viajamos juntos, diversas vezes, Alison deixa claro seu descontentamento com a relação Alyssa e Morfeu, ela não o consegue ver como um dos mocinhos, apesar de admitir toda a mudança que o amor causou nesse homem que não sabia amar e nem sonhar. Então conhecemos a vida de Alison e entendemos essa personagem tão importante. 

O Menino da Teia é um conto de 75 páginas que deu um brilho especial nessa obra que ali começou a mostrar a que veio. 

''- Não importa se sou louca, desde que minha loucura me ajude a sobreviver. [...]
- Ah, você fala como uma verdadeira criatura do reino interior. A loucura, como qualquer outro aspecto da irracionalidade, pode ser usada como instrumento e arma nas mãos certas.''

A MARIPOSA NO ESPELHO

Esse o nome do conto já entrega, né?!! Sim, nosso Morfeu está mais uma vez presente, e para quem é fã desse personagem tão apaixonante como eu, vai simplesmente amar Sussurros do País das Maravilhas. TEM MUITO MORFEU, é Morfeu para tudo que é lado, e isso mostra como ele é indispensável nessa trama. 

A Mariposa no Espelho é o conto mais curtinho, não tem nem 50 páginas, mas é muito bom e principalmente interessante por mostrar um certo entendimento entre os mocinhos da saga. São as lembranças de Morfeu quando mergulhou nas memórias de Jeb, na época ele tinha a intensão de conhecer seu ''inimigo'' e assim conquistar a garota que disputava o coração desses dois. Acaba que mostra um lado de Morfeu que não conhecíamos, o lado humano de Jeb, tão leal, justo, corajoso, que mostra aquele amor que se sacrifica, sensibiliza a Mariposa e lhe dá mais que armas para usar contra Jeb. 

''Meu visitante mostrou os dentes num sorriso lindo que transformou seu rosto no parque de diversões do diabo - malícia oculta por um verniz de adorável persuasão.'' 

SEIS COISAS IMPOSSÍVEIS

Seis coisas Impossíveis é o conto mais importante dessa obra, dividido em duas partes é o desfecho que nós fãs estávamos esperando desde o livro final. Voltamos a Alyssa aquela que se mostrou a mais inteligentes das personagens, não quero contar muito o que acontece aqui, pois assim iria entregar o final da saga para vocês, mas confesso que foi mais que satisfatório para mim, a autora encontrou uma maneira de todos encontrarem o seu felizes para sempre, apesar que nada é fácil e no País das Maravilhas não seria diferente. 

Bem, o que posso dizer é que terminei com lágrimas nos olhos, pois é lindo demais! Acredito que todos os fãs acabaram se sensibilizando com as últimas partes, na verdade o livro todo é muita emoção, todos os contos são bonitos, todos tem aquela escrita que nos faz sonhar e viajar juntos. E também relembrar as emoções que sentimos durante toda a série, e foi um super MAIS que precisava ser contado, que a história merecia ganhar e somente veio a somar na construção dos personagens. 

Sussurros do País das Maravilhas foi uma obra para ninguém colocar defeito, agradeço muito A. G. Howard por ter feito o impossível, ter me feito amar ainda mais o País das Maravilhas e seus personagens incríveis. 

''Seus olhos eram cor de liberdade. Ou do meu futuro. Eles eram tão cheios de dor, de determinação. E de força... Mais tarde, me convenci de que tinha sonhando com você e as asas, mas não importava. Porque só de olhar para você, com ou sem asas, renasci.''

Paula Juliana

Nenhum comentário:

Postar um comentário